Queimadas

Pantanal pode ser incluído no Conselho Nacional da Amazônia até 2025

02:27Pantanal pode ser incluído no Conselho Nacional da Amazônia até 2025

Transcrição LOC: A COMISSÃO DO PANTANAL OUVIU NESTA SEXTA-FEIRA A MINISTRA DA AGRICULTURA, TEREZA CRISTINA. LOC: OS PARLAMENTARES DEFENDEM A INCLUSÃO TEMPORÁRIA DO BIOMA NO CONSELHO NACIONAL DA AMAZÔNIA LEGAL PARA FORTALECER O COMBATE AOS INCÊNDIOS. A REPORTAGEM É DE MARCELLA CUNHA TÉC: Desde o início do ano, o fogo já consumiu um quarto do território do Pantanal, somando mais de 4 milhões de hectares. A senadora Simone Tebet, do MDB de Mato Grosso Sul, propôs a inclusão temporária do bioma no Conselho Nacional da Amazônia, presidido pelo vice-presidente da República, Hamilton Mourão. O objetivo, segundo ela, é fortalecer as ações de combate aos incêndios até 2025. (Simone) É fundamental uma autoridade como o vice-presidente Mourão para poder acionar no momento certo nos próximos pelo menos 4 anos que serão de muita estiagem no pantanal e infelizmente de seca e queimada, todas as forças necessárias para prevenirmos e anteciparmos qualquer catástrofe ambiental no sentido de queimada. (REP) A indicação será entregue no esforço concentrado da semana de 20 de outubro ao presidente da República, a quem cabe autorizar a inclusão do Pantanal no Conselho. Para a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, ainda é preciso analisar com mais profundidade os prós e os contras da ideia. Ela defendeu, ainda, que a pecuária não deve ser responsabilizada pelas queimadas no Pantanal. (Tereza) Eu falo uma coisa que as pessoas criticam, mas o boi é o bombeiro do Pantanal. Porque é ele que come aquela massa do capim. Aconteceu um desastre porque tínhamos muita matéria orgânica seca, talvez se tivéssemos um pouco mais de gado isso talvez tivesse sido um desastre até menor. (REP) Participaram da reunião representantes da Confederação Nacional da Agricultura, do Sebrae e da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste, que defenderam ações sustentáveis no Pantanal. Já o representante da Associação Corumbaense das Empresas de Turismo, Ademilson Esquivel, pediu a criação de linhas de financiamento para capital de giro no turismo. (Ademilson) Nós estamos agonizando porque a gente não tem como operar e não tem linha de crédito específica para isso. Nos vamos operar em 2021 com muita dificuldade então o turismo além deste ano nos vamos sofrer por 2 ou 3 anos o impacto disso que está acontecendo. (REP) A comissão aprovou uma audiência com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Na terça-feira, será ouvido o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Da Rádio Senado, Marcella Cunha

A comissão temporária externa criada para acompanhar as ações de combate aos incêndios no Pantanal aprovou nesta sexta-feira (9) uma indicação para que o Executivo inclua o bioma no Conselho Nacional da Amazônia Legal até 2025. O documento foi apresentado pela senadora Simone Tebet (MDB-MS). Ela acredita que a mudança vai fortalecer o combate às queimadas com mais recursos e logística. A comissão também ouviu nesta sexta-feira (9) a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina. Ela afirmou que a pecuária ajuda no combate aos incêndios, já que o gado evita que o fogo se alastre ao consumir matéria orgânica. A reportagem é de Marcella Cunha.

TÓPICOS:
Agricultura  Amazônia  Crédito  Desenvolvimento  Desenvolvimento Regional  Empresas  Logística  Mato Grosso  MDB  Meio Ambiente  Pecuária  Presidente da República  Regional  Seca  Senadora Simone Tebet  Turismo 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 0 61 2211
Ao vivo