Comissões

Comissão aprovou projeto que reduz o tempo para retirada de nome de cliente da lista de inadimplentes

01:48Comissão aprovou projeto que reduz o tempo para retirada de nome de cliente da lista de inadimplentes

Transcrição LOC: A COMISSÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR APROVOU O PROJETO QUE REDUZ O TEMPO PARA RETIRADA DE NOME DE CLIENTE DA LISTA DE INADIMPLENTES. LOC: NA REUNIÃO, A COMISSÃO TAMBÉM APROVOU O RELATÓRIO QUE TORNA OBRIGATÓRIA A DISPONIBILIZAÇÃO DE BALANÇAS PARA PESAR PRODUTOS LACRADOS EM COMÉRCIO VAREJISTA. REPÓRTER MARIA FERREIRA. TÉC: Projeto aprovado na CTFC modifica o Código de Defesa do Consumidor que, atualmente, concede até cinco dias úteis para que empresas retirem o nome de clientes em cadastros de inadimplência após o pagamento total do débito. O texto, inicialmente, previu a redução do prazo de 5 para 2 dias. Mas o relator, senador Romero Jucá, do MDB de Roraima, explicou que, após acordo, foi definido o prazo de até três dias úteis. (Romero Jucá) Essa matéria é importante pro consumidor. A gente construiu um entendimento com os órgãos que inscrevem os consumidores devedores e os defensores dos consumidores, no sentido de criar um prazo máximo de retirada de inscrições equivocadas ou não mais verdadeiras dos cadastros. Foi dado o prazo de até três dias. Após os três dias, haverá penalização se não for retirado essa questão. (Repórter) A comissão também aprovou projeto que obriga os estabelecimentos que vendem produtos lacrados a disponibilizarem balança para pesagem de mercadorias. O intuito é que os consumidores confiram o peso indicado nas embalagens. A senadora Rose de Freitas, do Podemos do Espírito Santo, autora do projeto, ressalta que diversos produtos colocados à disposição para o consumo não respeitam a indicação do peso conforme sua rotulagem. No entanto, o relator, senador Gladson Cameli, do PP do Acre, modificou o texto. O senador Dário Berger, do MDB de Santa Catarina leu o parecer do relator. (Dário Berger) O ajuste de mérito diz respeito à aplicação do disposto no art. 1º do projeto exclusivamente às empresas de médio (mercados e supermercados) e grande porte (hipermercados e atacadistas). O segundo reparo consiste em substituir a expressão “balança de precisão”, equivocadamente empregada, por “balança para pesagem de mercadorias”. Propomos, ainda, uma modificação, com o intuito de conceder prazo para que os estabelecimentos se ajustem à nova regra. Por isso, fixamos cento e oitenta dias, contados a partir da data da sua publicação. (Repórter) A matéria será votada novamente pela comissão. Com supervisão de Tiago Medeiros, da Rádio Senado, Maria Ferreira.

A Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC), aprovou o PLS 17/2016, que determina a redução do tempo para que as empresas retirem o nome de clientes em cadastros de inadimplência após o pagamento total do débito. Na reunião, a comissão também aprovou o PLS 21/2017, que torna obrigatória a disponibilização de balanças para pesar produtos lacrados em comércio varejista. Saiba mais na reportagem de Maria Ferreira.

TÓPICOS:
Acre  Comércio  Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor  Consumidor  CTFC  Defesa do Consumidor  Empresas  Espírito Santo  Fiscalização  Inadimplência  Podemos  PP  Roraima  Santa Catarina  Senadora Rose de Freitas  Senador Dário Berger  Senador Gladson Cameli  Senador Romero Jucá  Transparência 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo