Meio Ambiente

CMA debate no Nordeste política de desenvolvimento sustentável da Caatinga

01:43CMA debate no Nordeste política de desenvolvimento sustentável da Caatinga

Transcrição LOC: A COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE VAI DEBATER NOS ESTADOS DO NORDESTE A CRIAÇÃO DE UMA POLÍTICA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA CAATINGA. LOC: O OBJETIVO É PERMITIR A CONSERVAÇÃO DO BIOMA, REDUZIR AS DESIGUALDADES SOCIAIS E DIMINUIR OS EFEITOS DA SECA NA REGIÃO. REPÓRTER GEORGE CARDIM. (Repórter) A Comissão de Meio Ambiente vai discutir em quatro audiências públicas na região Nordeste a criação de uma Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga. O projeto já aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos do Senado estabelece princípios e diretrizes para uma atuação conjunta dos governos federal, estaduais e municipais para conciliar o desenvolvimento e a conservação da caatinga e diminuir os efeitos da seca. O autor do pedido do debate, senador Jean Paul Prates, do PT do Rio Grande do Norte, lembrou que o bioma exclusivamente brasileiro atravessa os estados do Ceará, Piauí, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia e o norte de Minas Gerais. Ele disse que o debate vai orientar os senadores na votação do projeto na Comissão de Meio Ambiente. (Jean Paul Prates) “É um projeto de lei que tratará especialmente da preservação do meio ambiente neste bioma, erradicação da pobreza, redução de desigualdades sociais coberto pela Caatinga. Esperamos com isso coletar a opinião e a participação de especialistas e pessoas destes estados principalmente interessados na região da caatinga e com isto discutir melhor o projeto. (Repórter) A Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga deve ser financiada pelo Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste, incentivos fiscais e linhas de crédito especiais para a região. PLS 222/2016

A Comissão de Meio Ambiente vai discutir em quatro audiências públicas na região Nordeste a criação de uma Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga. O projeto determina a atuação conjunta dos governos federal, estaduais e municipais para reduzir as desigualdades sociais, preservar o bioma e diminuir os efeitos da seca na região. O autor do pedido do debate, senador Jean Paul Prates (PT-RN), lembrou que o bioma exclusivamente brasileiro atravessa os estados do Ceará, Piauí, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia e o norte de Minas Gerais. A reportagem é de George Rodrigues Cardim, da Rádio Senado.

TÓPICOS:
Alagoas  Bahia  Ceará  Comissão de Assuntos Econômicos  Comissão de Meio Ambiente  Crédito  Desenvolvimento  Estados  Maranhão  Meio Ambiente  Minas Gerais  Paraíba  Pernambuco  Piauí  Pobreza  Política  PT  Região Nordeste  Rio Grande do Norte  Seca  Senador Jean Paul Prates  Sergipe  CMA 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo