Comissões

CMA debate fiscalização, grilagem, desmatamento e queimadas na Amazônia

01:51CMA debate fiscalização, grilagem, desmatamento e queimadas na Amazônia

Transcrição LOC: A COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE DEBATEU MECANISMOS DE FISCALIZAÇÃO À GRILAGEM, AO DESMATAMENTO E ÀS QUEIMADAS NA AMAZÔNIA. LOC: OS CONVIDADOS RESSALTARAM AÇÕES DO GOVERNO FEDERAL PARA O COMBATE DE PRÁTICAS ILEGAIS NO TERRITÓRIO DA AMAZÔNIA LEGAL. A REPORTAGEM É DE LARA KINUE. TÉC: A Comissão do Meio Ambiente discutiu em audiência pública os instrumentos de controle na Amazônia e as práticas de grilagem, desmatamento e queimadas na região. O senador Fabiano Contarato, da Rede Sustentabilidade do Espírito Santo, destacou a fiscalização, a educação e a punição como pilares para a efetiva proteção da Amazônia. (Fabiano Contarato) Quando o Estado se faz presente, o simples fato dele estar no local, já reduz a criminalidade em muito. Eu acho que são três pilares de fundamental importância como a fiscalização, a educação – porque eu não posso conceber você acabar com departamento educação ambiental, dentro desse processo de desmonte na área ambiental – e nós termos uma certeza da punição que é um rigor na penalidade. (REP) O Diretor do Departamento de Florestas do Ministério do Meio Ambiente, Joaquim Leite, apresentou algumas ações que o governo vem tomando para a preservação da Amazônia, como a presença do exército na região e o redirecionamento de recursos para combater irregularidades. (Joaquim Leite 13”) Um ponto bilhões de reais do fundo da Petrobras, referente a Lava-Jato, foi destinado para combater desmatamento e queimadas na Amazônia. Isso foi um movimento do Governo Federal na direção de combater o ilegal. (REP) A Procuradora da República no Estado do Amazonas e Coordenadora do Grupo de Trabalho "Intervenção Rápida contra Superdesmatamentos" do Ministério Público Federal, Ana Carolina Bragança, apresentou dados que indicam a ação humana como causa das queimadas. (Ana Carolina Bragança) Foi demonstrado pela academia que 2019 não foi um ano especialmente seco, então essas queimadas não estão associadas a uma específica seca, e até dia 28 de setembro, também segundo o Inpe, número de focos da 42% superior à 2018 se tratando do terceiro pior ano, considerado um período de Janeiro a Setembro desde 2010. (REP) A Procuradora da República sugere uma ação conjunta de diversos órgãos públicos e a presença do Estado na região para amenizar o problema do desmatamento e das queimadas na Amazônia. Com supervisão de Mauricio de Santi, da Rádio Senado, Lara Kinue.

Comissão do Meio Ambiente realizou audiência pública para levantar e obter esclarecimentos sobre grilagem, regularização fundiária, desmatamento, queimada e mecanismos de fiscalização na Amazônia. Os convidados ressaltaram os impactos negativos da prática de grilagem para a região da Amazônia Legal. As informações são da repórter Lara Kinue, da Rádio Senado.

TÓPICOS:
Amazônia  Amazonas  Comissão de Meio Ambiente  Desmatamento  Educação  Espírito Santo  Fiscalização  Meio Ambiente  Ministério Público  Petrobras  Rede  Rede Sustentabilidade  Regularização Fundiária  Seca  Senador Fabiano Contarato  Sustentabilidade  Trabalho  CMA  Comissões 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo