Cléber Ávila diz que ajuste fiscal não compromete recursos da Sudeco

LOC: OS RECURSOS DO FUNDO CONSTITUCIONAL DO CENTRO-OESTE NÃO ESTÃO AMEAÇADOS PELO AJUSTE FISCAL. 

LOC: A INFORMAÇÃO É DO SUPERINTENDENTE DA SUDECO, CLÉBER ÁVILA, QUE PARTICIPOU DE AUDIÊNCIA PÚBLICA NA COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL E TURISMO NESTA QUARTA-FEIRA. REPÓRTER FERNANDA NARDELLI. 

(Repórter) A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado realizou audiência pública para discutir as ações da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste. O debate foi solicitado pela senadora Simone Tebet, do PMDB de Mato Grosso do Sul, que ressaltou a importância do desenvolvimento do interior do Brasil. 

(Simone Tebet) Nós só vamos ter realmente a nossa tão sonhada igualdade social quando nós efetivamente voltarmos os olhos para o interior do Brasil, Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Infelizmente, o Brasil não conhece os diversos Brasis que existem nesta dimensão continental que é o nosso país. 

(Repórter) O superintendente da Sudeco, Cléber Ávila Ferreira, apresentou um balanço das ações realizadas de 2011 a 2014 e falou sobre as metas para os próximos quatro anos. Segundo ele, a estimativa é que a região receba investimentos por meio do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste na ordem de 23 bilhões de reais até 2018. Cléber Ávila garantiu que o FCO, que financia setores produtivos da região, não vai perder recursos por conta do ajuste fiscal. 

(Cléber Ávila) O FCO é um fundo constitucional, então os recursos estão assegurados. Os recursos são vinculados ao IPI e ao Imposto de Renda, então esse valor de repasse do Tesouro está garantido e também a maior parte dos recursos que compõem o fundo para este ano advêm de retorno de financiamentos. Para que esse valor não se concretize, eventualmente, só se nós tivermos uma queda brusca de arrecadação. 

(Repórter) Também participaram do debate os representantes do Dnit André Nunes e Mário Dirani. Eles reconheceram a falta de recursos para este ano, não apenas para o Centro-Oeste, e afirmaram que o órgão vai trabalhar no planejamento das obras e priorizar a manutenção da malha de transportes.
29/04/2015, 06h45 - ATUALIZADO EM 29/04/2015, 06h45
Duração de áudio: 02:03
Ao vivo
00:0000:00