Conselho de Ética

Cidadania e Rede pedem ao Conselho de Ética cassação do mandato de Chico Rodrigues

As bancadas da Rede Sustentabilidade e do Cidadania entraram com representação contra o senador Chico Rodrigues (DEM-RR). A Polícia Federal investiga a suposta participação do parlamentar em um esquema de desvio de dinheiro destinado ao combate à covid-19. Chico Rodrigues nega. Repórter Maurício de Santi.

16/10/2020, 14h23 - ATUALIZADO EM 16/10/2020, 14h25
Duração de áudio: 01:07
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Transcrição
LOC: REDE SUSTENTABILIDADE E CIDADANIA ENTRAM NO CONSELHO DE ÉTICA COM REPRESENTAÇÃO CONTRA O SENADOR CHICO RODRIGUES, DO DEMOCRATAS DE RORAIMA. LOC: A POLÍCIA FEDERAL INVESTIGA A SUPOSTA PARTICIPAÇÃO DO PARLAMENTAR EM UM ESQUEMA DE DESVIO DE DINHEIRO DESTINADO AO COMBATE À COVID-19. CHICO RODRIGUES NEGA. REPÓRTER MAURÍCIO DE SANTI: (Repórter) Na representação ao Conselho de Ética, os partidos Rede Sustentabilidade e Cidadania alegam que há fortes indícios da participação do senador Chico Rodrigues, do Democratas de Roraima, no desvio de dinheiro destinado ao combate à covid-19. A Polícia Federal investiga contratos firmados pela Secretaria de Saúde de Roraima, com dispensa de licitações, superfaturamento e pagamentos indevidos a empresas. Segundo a investigação, Chico Rodrigues teria usado sua influência política para favorecer empresários suspeitos de participar das fraudes. Ao citarem a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Roberto Barroso, de afastamento de Chico Rodrigues do mandato de senador por 90 dias, Rede e Cidadania apontam a quebra de decoro parlamentar e pedem a cassação de Chico Rodrigues, que já deixou o cargo de vice-líder do governo. Por meio das redes sociais, o senador ressaltou um passado limpo e uma vida decente e que nunca se envolveu em escândalos. Chico Rodrigues declarou ainda que confia na Justiça e que vai provar a sua inocência. Da Rádio Senado, Maurício de Santi.

Ao vivo
00:0000:00