Agenda das comissões

CCJ vai analisar as chamadas dez medidas contra a corrupção na próxima quarta-feira

02:21CCJ vai analisar as chamadas dez medidas contra a corrupção na próxima quarta-feira

Transcrição LOC: POR ACORDO DE LÍDERES, AS CHAMADAS DEZ MEDIDAS CONTRA A CORRUPÇÃO SERÃO DISCUTIDAS PELA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA PARA SEREM VOTADAS PELO PLENÁRIO. LOC: AS COMISSÕES VÃO DEBATER ENTRE OUTRO ASSUNTOS, A DÍVIDA PÚBLICA, A ALIENAÇÃO PARENTAL, A REGULAMENTAÇÃO DAS MOEDAS VIRTUAIS E A OBRIGATORIEDADE DE DIPLOMA PARA TÉCNICOS DE FUTEBOL. OUÇA MAIS DETALHES COM A REPÓRTER PAULA GROBA. (Repórter) Na terça-feira, a Comissão de Direitos Humanos vai discutir pela manhã formas de descarte de lixo eletrônico e reciclagem, e à tarde, o projeto que revoga a Lei da Alienação Parental. Na Comissão de Assuntos Econômicos, os senadores analisam a indicação de Fernanda Nechio para uma diretoria do Banco Central, e em seguida, vão debater o aumento da dívida pública no país. Um dos convidados é um representante do Tesouro Nacional, José Franco de Morais. Já o Plenário analisa a permanência de edificações comerciais e residenciais já erguidas à margem de rodovias federais e ferrovias, ainda que a lei em vigor proíba a existência de construções em uma faixa de 15 metros de cada lado de estradas ou trilhos. Na quarta, a Comissão de Constituição e Justiça analisa as chamadas dez medidas contra a corrupção. Segundo o líder da Rede Sustentabilidade, Randolfe Rodrigues, do Amapá, no mesmo dia o projeto poderá ser levado para o Plenário. (Randolfe Rodrigues) E votado no plenário do Senado na quarta-feira. Até lá os líderes vão buscar o consenso para construir um texto para que possamos evoluir mais e aí sim ter um texto maduro para apreciar. (Repórter) A Comissão de Constituição e Justiça também deve analisar dois dos três projetos do pacote anticrime, apresentado pelo governo. Um deles trata da criminalização do caixa dois em campanhas eleitorais, cujo relator é o senador Marcio Bittar, do MDB do Acre. Já o senador Marcos do Val, do Cidadania do Espírito Santo, vai apresentar o relatório do combate à corrupção, ao crime organizado e aos crimes violentos. (Marcos do Val) Relatoria já está pronta, mas eu achei que seria muito prudente fazer uma reunião na quarta-feira onde eu vou estar reunido com outros senadores, inclusive os senadores que são oposição, para que a gente possa junto apresentar o relatório como ficou receber algumas considerações, algumas alterações caso seja necessário, mas que seja um relatório, quer dizer, um pacote anti-crime um projeto de todos. (Repórter) As Comissões de Assuntos Econômicos e de Ciência e Tecnologia debatem juntas a regulação do mercado de criptoativos no Brasil, que são ativos virtuais do mercado financeiro. Já a Comissão de Assuntos Sociais debate a obrigatoriedade de graduação em Educação Física para treinador profissional de futebol. Entre os convidados para a audiências estão Muricy Ramalho, Vanderlei Luxemburgo e Carlos Alberto Parreira.

O chamado pacote anticorrupção será analisado esta semana pelo Plenário do Senado após votação na CCJ, que poderá votar também parte do pacote anticrime. As Comissões permanentes vão discutir a dívida pública, a alienação parental, a regulamentação das moedas virtuais e a obrigatoriedade de diploma para técnicos de futebol. Ouça mais detalhes na reportagem de Paula Groba, da Rádio Senado.

TÓPICOS:
Acre  Amapá  Banco Central  Ciência e Tecnologia  Cidadania  Comissão de Assuntos Econômicos  Comissão de Assuntos Sociais  Comissões  Constituição  Corrupção  Dívida pública  Direitos Humanos  Educação  Espírito Santo  Futebol  Justiça  Mercado Financeiro  Oposição  Plenário do Senado  Reciclagem  Rede  Rede Sustentabilidade  Rodovias  Senador Marcos do Val  Senador Randolfe Rodrigues  Sustentabilidade  Tecnologia  CCJ 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo