Proposta

CCJ aprova uso de fundo de previdência complementar como garantia de empréstimos

00:55CCJ aprova uso de fundo de previdência complementar como garantia de empréstimos

Transcrição LOC: OS VALORES APLICADOS EM FUNDO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PODERÃO SER DADOS COMO GARANTIA PARA EMPRÉSTIMOS. LOC: É O QUE DIZ PROJETO DE LEI APROVADO NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA. REPÓRTER BRUNO LOURENÇO. (Repórter) O senador Oriovisto Guimarães, do Podemos do Paraná, diz que a ideia é a mesma dos consignados. Com garantias sólidas, os bancos emprestam com taxas menores. (Oriovisto Guimarães) Conforme o Banco Central, em abril de 2019, a taxas de juros médias no crédito consignado com desconto em folha de pagamento, era de 23,4% ao ano. No crédito para aquisição de veículos, 21,3% ao ano. Então taxas ao redor de 22%. Já no crédito pessoal, não consignado, sem garantira real, essa taxa de juro pula para 127% ao ano. (Repórter) Oriovisto diz que o projeto de lei tem o potencial de injetar de 850 bilhões de reais na economia, que é o patrimônio dos fundos de previdência complementar. PL 2011/2019

Os valores aplicados em fundo de previdência complementar poderão ser dados como garantia para empréstimos. É o que dispõe o projeto de lei (PL 2011/2019) aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado (CCJ).  Segundo o senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), a ideia é a mesma dos consignados. Com garantias sólidas, os bancos emprestam com taxas menores. A reportagem é de Bruno Lourenço, da Rádio Senado. Ouça o áudio com mais informações.

TÓPICOS:
Banco Central  Bancos  Crédito  Economia  Juros  Justiça  Paraná  Podemos  Previdência  Senador Oriovisto Guimarães  CCJ  Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo