Audiência pública

Reajuste de até 10% nos planos de saúde será debatido na CAS

01:47Reajuste de até 10% nos planos de saúde será debatido na CAS

Transcrição LOC: O AUMENTO NO PREÇO DAS MENSALIDADES DOS PLANOS DE SAÚDE VAI SER DEBATIDO COM AUTORIDADES E ESPECIALISTAS NA COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS. LOC: OS SENADORES CONSIDERARAM ABUSIVO O REAJUSTE AUTORIZADO PELA ANS E CRITICARAM A ATUAÇÃO DA AGÊNCIA REGULADORA. REPÓRTER GEORGE CARDIM. (Repórter) A Comissão de Assuntos Sociais vai debater em audiência pública com autoridades e especialistas o reajuste de até 10% no preço das mensalidades dos planos de saúde individuais e familiares autorizado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar. A ANS também permitiu aos planos de saúde cobrarem dos clientes até 40 por cento do valor das consultas e exames. No entanto, após uma decisão contrária do Supremo Tribunal Federal, a própria Agência suspendeu as novas regras de franquia e coparticipação dos segurados. A presidente da Comissão, senadora Marta Suplicy, do MDB de São Paulo, lembrou que os senadores já discutiram o tema no mês passado e estão empenhados em suspender o reajuste considerado abusivo. (Marta Suplicy) “Nós conseguimos, eu diria, até deslanchar um processo muito sério de impedimento desses aumentos sem termos transparência e sem sabermos exatamente os porquês desses aumentos, que para todos parecem absurdos e que, mesmo que não fossem absurdos, as pessoas não podem pagar” (Repórter) O senador Paulo Paim, do PT do Rio Grande do Sul, alertou que o recuo da ANS na cobrança de coparticipação não vale para os aumentos nas mensalidades. (Paulo Paim) “Pela decisão tomada, não significa ainda que não voltarão todos esses valores absurdos com relação aos planos de saúde. Estou, como toda a população, muito indignado com os planos de saúde. Nós tivemos casos de aumento de 100% ou mais até das mensalidades dos planos de saúde” (Repórter) Devem participar do debate médicos especialistas, o presidente da ANS e representantes dos consumidores, do Ministério da Justiça e dos planos de saúde. A reunião ainda não tem data definida.

A Comissão de Assuntos Sociais vai debater em audiência pública o reajuste de até 10% no preço das mensalidades dos planos de saúde individuais e familiares autorizado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar. A ANS também permitiu aos planos cobrarem dos clientes até 40% do valor das consultas e exames. No entanto, após uma decisão contrária do Supremo Tribunal Federal, a própria Agência suspendeu as novas regras de franquia e coparticipação. A presidente da CAS, senadora Marta Suplicy (MDB-SP), lembrou que os senadores estão empenhados em suspender o reajuste considerado abusivo. Devem participar do debate, o presidente da ANS, especialistas e representantes dos consumidores, do Ministério da Justiça e dos planos de saúde. A reunião ainda não tem data definida.

TÓPICOS:
ANS  CAS  CDH  Comissão de Assuntos Sociais  Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa  CPI da Previdência  Ministério da Justiça  Planos de saúde  PT  Reforma da Previdência  Reforma trabalhista  Rio Grande do Sul  São Paulo  Saúde  Senadora Marta Suplicy  Senador Paulo Paim  Supremo Tribunal Federal 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11