Curso profissionalizante

Prioridade na qualificação para jovem que vive em abrigo avança no Senado

02:02Prioridade na qualificação para jovem que vive em abrigo avança no Senado

Transcrição LOC: A COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS APROVOU UMA PROPOSTA QUE BUSCA GARANTIR A QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL PARA OS ADOLESCENTES QUE VIVEM EM ABRIGOS. LOC: O OBJETIVO É ASSEGURAR A EDUCAÇÃO E PERMITIR A ENTRADA DESTES JOVENS NO MERCADO DE TRABALHO. REPÓRTER GEORGE CARDIM. (Repórter) Atualmente, cerca de 47 mil crianças e adolescentes vivem e crescem em abrigos no Brasil. Essas unidades recebem órfãos e vítimas de negligência, violência e abandono. Deste total, pouco mais de sete mil estão aptos para adoção. E muitos jovens ao completar a maioridade são obrigados a deixar estas casas de passagem e acolhimento. Uma proposta aprovada pela Comissão de Assuntos Sociais pode garantir a qualificação profissional para os adolescentes com mais de 14 anos que vivem nestes abrigos. O relatório do senador Armando Monteiro, do PTB de Pernambuco, determina que os jovens em regime de acolhimento institucional tenham acesso gratuito e com prioridade aos cursos de educação profissional e tecnológica de estabelecimentos de ensino industrial e comercial, como o SENAC. O projeto também estabelece cotas para a contratação de adolescentes abrigados no programa Jovem Aprendiz. Armando Monteiro argumenta que a iniciativa assegura a educação e a entrada destes jovens no mercado de trabalho e busca prepará-los para um futuro melhor. (Armando Monteiro) “A proposição foi muito feliz em perceber o quão desoladora é essa realidade e em oferecer os mecanismos concretos necessários a sua superação. O projeto abre para os adolescentes acolhidos importantes janelas de oportunidades por meio das quais poderão ver um futuro promissor – e não mais uma vida de sofrimento e exclusão social. (Repórter) O projeto aprovado pela CAS deve ser analisado agora pela Comissão de Educação do Senado. PLS 190/2017

A Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS) aprovou o relatório do senador Armando Monteiro (PTB-PE) que garante aos jovens que vivem em abrigos públicos acesso gratuito e com prioridade aos cursos de educação profissional e tecnológica. O projeto (PLS 190/2017) do senador Ciro Nogueira (PP/PI) também estabelece cotas para a contratação de adolescentes em regime de acolhimento institucional no programa Jovem Aprendiz. Para Armando Monteiro, a proposta, que será votada pela Comissão de Educação, vai assegurar a entrada desses jovens no mercado de trabalho.

TÓPICOS:
abrigos públicos  Adolescentes  CAS  Comissão de Assuntos Sociais  Curso profissionalizante  Educação  Pernambuco  Piauí  PP  Programa Jovem Aprendiz  PTB  qualificação  Senador Armando Monteiro  Senador Ciro Nogueira  Trabalho  Violência 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11