Sabatina

Senadores aprovam indicação de Fábio Kanczuk para o Banco Central

01:46Senadores aprovam indicação de Fábio Kanczuk para o Banco Central

Transcrição LOC: O PLENÁRIO APROVOU FÁBIO KANCZUK PARA OCUPAR A DIRETORIA DE POLÍTICA ECONÔMICA DO BANCO CENTRAL. LOC: O ECONOMISTA PARTICIPOU DE SABATINA NESTA TERÇA-FEIRA NA COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS. A REPORTAGEM É DE BRUNO LOURENÇO. (Repórter) Fábio Kanczuk tem mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro, além de ter sido secretário de política econômica do ministério da Fazenda no governo de Michel Temer e diretor do Banco Mundial. Na sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos, o senador Oriovisto Guimarães, do Podemos do Paraná, quis entender por que o custo de tomada de crédito no Brasil continua subindo neste ano, apesar da taxa Selic estar em baixa e o Cadastro Positivo já estar funcionando. (Oriovisto Guimarães) Esse spread era de 17 pontos percentuais. Em setembro desse ano esse spread pulou para 20,2. Ou seja, apesar de cair a Selic, apesar de haver uma diminuição efetiva da taxa de juro pelo Banco Central o spread bancário continua crescendo. Aumentou esse ano 3,2 pontos percentuais. (Repórter) Fábio Kanczuk disse acreditar que o Cadastro Positivo ainda precisa de um pouco mais de tempo para dar resultados. E que a inadimplência continua sendo a principal causa dos altos spreads. (Fábio Kanczuk) Assim como no spread, o Brasil se destaca infelizmente por conseguir pegar uma parte muito pequena das garantias. Então cobrou, o cidadão não pagou, aí falou, eu quero a garantia dele. Eem geral consegue pegar menos do que 50% e isso demora 4 anos para pegar é um custo muito alto e a gente tem que pensar em trabalhar nessa direção. (Repórter) O senador Esperidião Amin, do PP de Santa Catarina, afirmou que se os spreads não caírem, passará a rejeitar todas as indicações de diretores do Banco Central. MSF 79/2019

O Senado aprovou o nome de Fábio Kanczuk para ocupar a diretoria de Política Econômica do Banco Central. O economista foi sabatinado na Comissão de Assuntos Econômicos nesta terça-feira (29). A indicação (MSF 79/2019) foi aprovada pela manhã na CAE e à tarde no Plenário. O senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) reclamou que o custo de tomada de crédito no Brasil continua subindo, apesar da taxa Selic estar em baixa e o Cadastro Positivo já estar funcionando. A reportagem é de Bruno Lourenço.

 

Veja a íntegra da sabatina aqui.

TÓPICOS:
Banco Central  Banco Mundial  Comissão de Assuntos Econômicos  Crédito  Inadimplência  Mercado Financeiro  Michel Temer  Ministério da Fazenda  Paraná  Plenário do Senado  Podemos  Política  PP  Santa Catarina  Senador Esperidião Amin  Senador Oriovisto Guimarães  PR 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo