Comissões

CAE aprova obrigatoriedade de cardápios em braile para restaurantes

01:07CAE aprova obrigatoriedade de cardápios em braile para restaurantes

Transcrição LOC: BARES, RESTAURANTES E LANCHONETES DEVERÃO OFERECER PELO MENOS UM CARDÁPIO EM BRAILLE PARA OS CLIENTES. LOC: É O QUE DIZ PROJETO DE LEI APROVADO EM UM PRIMEIRO TURNO DE VOTAÇÃO NA COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS. A REPORTAGEM É DE BRUNO LOURENÇO: TÉC: A proposta determina que bares, restaurantes e lanchonetes com mais de 90 lugares deverão, além do cardápio impresso para os clientes, ter à disposição pelo menos um exemplar em braile. O relator, Lasier Martins, do Podemos do Rio Grande do Sul, destacou o alcance da medida. (Lasier): Em primeiro lugar, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem, no Brasil, aproximadamente 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual, das quais menos de 10% são cegas. Então, é preciso deixar claro que 650 mil pessoas, no Brasil – eu até achava que era mais –, seriam beneficiadas pelo presente projeto de lei. (Repórter): O projeto de lei abre exceção aos estabelecimentos que atuam exclusivamente com self-service. Estes, assim como os bares, restaurantes e lanchonetes com menos de 90 lugares, não precisariam disponibilizar os cardápios em braile. Da Rádio Senado, Bruno Lourenço.

Bares, restaurantes e lanchonetes deverão oferecer pelo menos um cardápio em braille para os clientes. É o que diz projeto de lei (PL 1550/2019) aprovado em um primeiro turno de votação na Comissão de Assuntos Econômicos. O relator, Lasier Martins (Podemos-RS), lembrou que pelo menos 650 mil pessoas podem se beneficiar com a medida no País. A reportagem é de Bruno Lourenço.

TÓPICOS:
CAE  Comissão de Assuntos Econômicos  IBGE  Pessoas com Deficiência  Podemos  Rio Grande do Sul  Senador Lasier Martins 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo