Calamidade Pública

Bancos públicos devem financiar folhas de empresas durante calamidade

01:38Bancos públicos devem financiar folhas de empresas durante calamidade

Transcrição LOC: O BNDES, BANCO DO BRASIL, CAIXA ECONÔMICA E DEMAIS BANCOS PÚBLICOS DEVEM EMPRESTAR ATÉ 270 BILHÕES DE REAIS PARA AS EMPRESAS PAGAREM OS SALÁRIOS DOS TRABALHADORES DURANTE A CALAMIDADE PÚBLICA PROVOCADA PELA COVID-19. LOC: PROJETO NESSE SENTIDO FOI APRESENTADO PELO PRESIDENTE DA COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS, SENADOR OMAR AZIZ, DO PSD DO AMAZONAS. A REPORTAGEM É DE BRUNO LOURENÇO: TÉC: O senador Omar Aziz, do PSD do Amazonas, quer deixar à disposição das empresas 90 bilhões de reais, por mês, para que elas possam honrar a folha de pagamento enquanto durar a situação de calamidade pública provocada pela Covid-19. O empréstimo, sem taxas e com juros de 0,25% ao ano para as micro e pequenas empresas e de 1% ao ano para as demais, viria dos bancos oficiais, como BNDES, Caixa e Banco do Brasil. Em troca, as empresas se comprometeriam a não demitir os trabalhadores, como explicou Omar Aziz, que é o presidente da Comissão de Assuntos Econômicos. (Aziz): É necessário nós darmos condições para que essas empresas possam pagar, nesses meses de coronavírus, os seus trabalhadores. Com dinheiro na mão dos trabalhadores, tenho certeza absoluta de que a economia do Brasil vai girar. Por isso, peço o apoio de todos para que possamos fazer juntos um grande projeto que abasteça as empresas para pagar e não demitir nenhum trabalhador brasileiro neste momento tão angustiante em que a economia e a saúde do povo brasileiro estão em risco. (Repórter): Os empréstimos terão carência de dois anos e prazo de pagamento de 120 meses, para micro e pequenas empresas, ou carência de um ano e prazo de pagamento de 60 meses para grandes empresas. A proposta diz ainda que o procedimento para a concessão do crédito deverá ser simplificado, sem a necessidade de apresentação de garantias e certidões negativas de qualquer natureza. PL 1128/2020

O BNDES, Banco do Brasil, Caixa Econômica e demais bancos públicos devem emprestar, em condições subsidiadas, até 270 bilhões de reais para as empresas pagarem os salários dos trabalhadores durante a calamidade pública provocada pela Covid-19. Projeto nesse sentido (PL 1128/2020) foi apresentado pelo senador Omar Aziz (PSD-AM). Em troca, explicou o presidente da Comissão de Assuntos Econômicos, as empresas se comprometem a não demitir funcionários. A reportagem é de Bruno Lourenço.

TÓPICOS:
Amazonas  Banco do Brasil  Bancos  BNDES  Caixa Econômica  Comissão de Assuntos Econômicos  Coronavírus  covid-19  Crédito  Economia  Empresas  Juros  Micro e Pequenas Empresas  PSD  Saúde  Senador Omar Aziz 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo