Audiência pública

Aumento da produção de etanol de milho pode baratear preços de combustíveis

01:54Aumento da produção de etanol de milho pode baratear preços de combustíveis

Transcrição LOC:. A AUDIÊNCIA PÚBLICA DA COMISSÃO DE AGRICULTURA CONCLUIU QUE O AUMENTO DA PRODUÇÃO DE ETANOL DE MILHO DEVE BARATEAR OS PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS. LOC: ESPECIALISTAS AFIRMARAM QUE A ALTERNATIVA TAMBÉM BENEFICIA OS PRODUTORES DA MATÉRIA-PRIMA. OS DETALHES COM A REPÓRTER MARIA FERREIRA. (Repórter) A audiência pública da Comissão de Agricultura debateu os aspectos econômicos e ambientais da produção de etanol de milho no país. Os especialistas destacaram como vantagens deste produto a geração de renda e a redução dos preços dos combustíveis. O sócio da empresa Agroicone, Marcelo Moreira, explicou a quantidade de etanol gerado através do milho. (Marcelo Moreira) 1 tonelada de milho vai gerar 430 litros de etanol, que é o produto principal; também gera 360kg de DDG, que podem ser complementares à ração; e óleo de milho, que pode ser, por exemplo, utilizado na produção de biodiesel. Então, são quatro produtos finais e dois principais insumos: o eucalipto e o milho; e eletricidade, etanol, alimentação animal e óleo vegetal (Repórter) O assessor técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, Rogério Avellar, argumentou sobre as vantagens do etanol de milho para os produtores, principalmente das grandes regiões produtoras do grão no país. (Rogério Avellar) Que que é importante para o produtor? Primeiro que você tenha uma diversificação de mercado do seu produto. Você está numa região que você não tem como escoar e você tem um estoque grande, você tem mais uma opção de comercialização que vai valorizar o produto. Nós temos, em função disso também, uma garantia de renda para o produtor que está nessas regiões. E você agrega valor também à cadeia produtiva. Com o milho, você começa a cobrir, você pode ter uma oferta mais estável, você pode ter preços mais estáveis, e isso vai bater no consumidor. (Repórter) O senador Cidinho Santos, do PR de Mato Grosso, vê futuro no setor, dada a velocidade da produção do etanol de milho e o volume investido. ( Cidinho Santos) Eu acredito muito nas oportunidades que esse setor tem, especialmente no Centro-oeste, levando aí uma possibilidade para Região Norte de levarmos o nosso etanol com um custo mais barato e até futuramente exportarmos etanol de milho para outros países. (Repórter) O senador complementou que a alternativa é importante para a redução dos gases do efeito estufa.

A audiência pública da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) debateu os aspectos econômicos e ambientais da produção de etanol de milho no país. Os especialistas destacaram como vantagens deste produto a geração de renda e a redução dos preços dos combustíveis. O assessor técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Rogério Avellar, observou que a produção do etanol de milho também é importante para o produtor, pois diversifica sua matéria-prima no mercado.

TÓPICOS:
Agricultura  Biodiesel  Combustíveis  Comissão de Agricultura e Reforma Agrária  Consumidor  CRA  Efeito estufa  Mato Grosso  Pecuária  PR  Reforma Agrária  Região Norte  Senador Cidinho Santos 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo