Pesquisa

Decisões contra a Lava-Jato prejudicam imagem do STF, diz Alvaro Dias

Resultados da Pesquisa Datafolha revelam que 39% dos brasileiros reprovam a atuação do Supremo Tribunal Federal. Os entrevistados também avaliaram negativamente o Poder Legislativo: 45% consideraram o trabalho de deputados e senadores insatisfatório. O presidente Jair Bolsonaro teve 36% de reprovação. As informações com a repórter Raquel Teixeira.

30/12/2019, 15h04 - ATUALIZADO EM 30/12/2019, 15h16
Duração de áudio: 01:21
Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

Transcrição
LOC: UMA PESQUISA DATAFOLHA REVELA QUE 39% DOS BRASILEIROS REPROVAM A ATUAÇÃO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL. LOC: O PRESIDENTE JAIR BOLSONARO, DEPUTADOS E SENADORES TAMBÉM FORAM AVALIADOS NEGATIVAMENTE POR MAIS DE 30% DOS ENTREVISTADOS. REPÓRTER RAQUEL TEIXEIRA. TÉC: O Supremo Tribunal Federal foi reprovado por 4 em cada 10 brasileiros que responderam à pesquisa Datafolha. Eles avaliaram a atuação do STF entre ruim ou péssima. A taxa de reprovação de 39% foi duas vezes maior que a do grupo que considera o desempenho do tribunal como ótimo ou bom, índice que alcançou 19% dos entrevistados. Outros 38% consideraram o Supremo regular e 4% não opinaram. Para o senador Álvaro Dias, do Podemos do Paraná, esse resultado é o reflexo de decisões que enfraqueceram a Operação Lava Jato, aumentando a sensação de impunidade. (ALVARO) Toda vez que o Supremo Tribunal Federal age na condição de retrocesso, como ocorreu com a prisão em segunda instância, a repercussão é de indignação e de revolta. Rep: O presidente Jair Bolsonaro foi avaliado negativamente por 36% da população, enquanto o Poder Legislativo foi rejeitado por 45% das pessoas. Essa foi a primeira vez que os trabalhos do STF entraram na pesquisa, que contou com a participação de 2.948 habitantes de 176 municípios, entre os dias 5 e 6 de dezembro. Da Rádio Senado, Raquel Teixeira.

Ao vivo
00:0000:00