Comissões

Aposentados e pensionistas podem ter 50% de desconto em remédios

01:29Aposentados e pensionistas podem ter 50% de desconto em remédios

Transcrição LOC: APOSENTADOS E PENSIONISTAS PODEM GANHAR DESCONTOS DE ATÉ 50 POR CENTO NA COMPRA DE REMÉDIOS. LOC: UM PROJETO COM ESTE OBJETIVO ESTÁ EM ANÁLISE NA COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS DO SENADO. REPÓRTER GEORGE CARDIM. TÉC A proposta do senador Paulo Paim, do PT do Rio Grande do Sul, estabelece que os aposentados e pensionistas poderão ganhar um desconto de até 50 por cento na compra dos remédios prescritos para eles. A diferença no preço deve ser coberta pelo Programa Farmácia Popular, mantido pelo SUS. Atualmente, as drogarias credenciadas ao programa distribuem de graça ou com descontos de até 90 por cento os medicamentos usados no tratamento de diversas doenças, como hipertensão, asma, diabetes, colesterol alto e rinite. A relatora da proposta, senadora Mailza Gomes, do PP do Acre, explicou que a compra de medicamentos corresponde à metade dos gastos das famílias com a saúde. Ela argumentou que a proposta vai beneficiar principalmente os idosos mais pobres. (Mailza) “os aposentados e pensionistas necessitam de tratamento diferenciado em relação ao restante da população no que se refere ao acesso à assistência farmacêutica. Em função de sua idade avançada, eles precisariam consumir medicamentos em maior quantidade, onerando-lhes sobremaneira o orçamento familiar. (Rep) Se aprovada na Comissão de Assuntos Sociais, a proposta segue para a Câmara dos Deputados. (PLS 235/18)

A proposta (PLS 235/2018) do senador Paulo Paim (PT-RS) estabelece que os aposentados e pensionistas devem ganhar um desconto de até 50% na compra de medicamentos. A diferença no preço deve ser coberta pelo Programa Farmácia Popular, mantido pelo SUS. Atualmente, as drogarias credenciadas ao programa distribuem de graça ou com descontos de até 90% os remédios usados no tratamento de diversas doenças, como hipertensão, asma, diabetes, colesterol alto e rinite.  A relatora da proposta, senadora Mailza Gomes (PP-AC), argumentou que a proposta vai beneficiar os idosos mais pobres. Se aprovada na Comissão de Assuntos Sociais, a proposta seguirá para a Câmara dos Deputados. A reportagem é de George Rodrigues Cardim, da Rádio Senado.

TÓPICOS:
Acre  Aposentados  Câmara dos Deputados  CAS  Comissão de Assuntos Sociais  Idosos  Medicamentos  Orçamento  Pensionistas  PP  PT  Rio Grande do Sul  Saúde  Senador Paulo Paim  Senadora Mailza Gomes  SUS 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo