Projeto

Anvisa poderá ter 72 horas para liberar medicamentos contra a covid-19

01:26Anvisa poderá ter 72 horas para liberar medicamentos contra a covid-19

Transcrição LOC: A ANVISA PODERÁ SER OBRIGADA A LIBERAR MEDICAMENTOS CONTRA A COVID-19 EM ATÉ 72 HORAS LOC: A PROPOSTA FOI APROVADA PELA CÂMARA E DEVE SER ANALISADA PELOS SENADORES NOS PRÓXIMOS DIAS. REPÓRTER PEDRO PINCER: (Repórter) Pelo projeto, aprovado pela Câmara, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) terá prazo de 72 horas para autorizar o uso no Brasil de produtos para o combate ao coronavírus já validados por outras autoridades sanitárias estrangeiras e liberados para comercialização nos respectivos países. Dessa forma, o projeto estabelece que a Anvisa terá três dias, após a apresentação do pedido, para autorizar a importação e distribuição de medicamentos, equipamentos e insumos da área de saúde registrados e autorizados por, pelo menos, uma das agências equivalentes a ela nos Estados Unidos, na União Europeia, na China e no Japão. O senador Nelsinho Trad, do PSD de Mato Grosso do Sul, que é médico e acabou de se recuperar do coronavírus, aplaude a iniciativa. (Nelsinho Trad) Uma manifestação no sentido de agilizar, de otimizar essa liberação, ela vem num momento muito oportuno porque nós estamos correndo contra o tempo para vencer essa guerra da epidemia do coronavírus. (Repórter) A autorização é em caráter excepcional e temporário, enquanto durar a pandemia causada pelo novo coronavírus. A liberação regular de medicamentos feita pela agência costuma levar até um ano.

O Senado deve analisar nos próximos dias proposta que determina a liberação rápida de medicamentos e outros materiais sem registro para tratamento da covid-19. Pelo projeto, aprovado pela Câmara no início de abril, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) terá prazo de 72 horas para autorizar o uso no Brasil de produtos para o combate ao coronavírus já validados por outras autoridades sanitárias estrangeiras e liberados para comercialização nos respectivos países. As informações com o repórter Pedro Pincer, da Rádio Senado.

TÓPICOS:
Anvisa  China  Coronavírus  covid-19  Estados  Estados Unidos  Japão  Mato Grosso  Mato Grosso do Sul  Medicamentos  pandemia  PSD  Saúde  Senador Nelsinho Trad  União  União Europeia  Vigilância sanitária 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo