Reforma da Previdência

Alcolumbre vai cumprir acordo de líderes sobre calendário da reforma da Previdência

01:50Alcolumbre vai cumprir acordo de líderes sobre calendário da reforma da Previdência

Transcrição LOC: PRESIDENTE DO SENADO DIZ QUE RESPEITARÁ CALENDÁRIO DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA ACORDADO COM OS LÍDERES PARTIDÁRIOS. LOC: OPOSIÇÃO NÃO ACEITAVA ABRIR MÃO DAS SESSÕES DE DISCUSSÃO ANTES DA VOTAÇÃO EM PRIMEIRO TURNO. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN TÉC: O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, do Democratas do Amapá, não buscará mais um acordo com os líderes partidários para votação em primeiro turno da Reforma da Previdência nesta semana. Ele afirmou que a resistência de alguns partidos inviabiliza um entendimento. Davi Alcolumbre declarou que seguirá o calendário da Reforma da Previdência acordado com todos os partidos, que prevê a votação em primeiro turno no Plenário no dia 24. (Davi) Então, há esse sentimento de a gente cumprir o calendário. Eu fiz uma manifestação na semana passada, que era o desejo pessoal que a gente pudesse resolver esse problema da votação da Reforma da Previdência. Mas eu estou submetido ao calendário estabelecido pelos líderes. Como não há consenso em relação a gente tentar antecipar esse calendário, eu vou seguir o que está comprometido, que é o acordo com os senadores. REP: O líder do PT, senador Humberto Costa, de Pernambuco, avisou desde a semana passada que a oposição não aceitaria a votação rápida da Reforma da Previdência. (H.Costa) Nós fizemos um acordo lá atrás que definiu não somente prazo, sessões. Mas definiu datas inclusive. E definiu o procedimento para apresentação de emendas, para realização de audiências públicas, inclusive, de uma sessão temática no plenário. Portanto, nós vamos cobrar integralmente o acordo que foi feito. Não vamos aceitar qualquer mudança nesse cronograma. REP: Por alterar a Constituição, a Reforma da Previdência será discutida durante cinco sessões em Plenário. Se apresentadas emendas, a proposta voltará à Comissão de Constituição e Justiça para então ser votada em primeiro turno pelo Plenário. Da Rádio Senado, Hérica Christian

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), confirmou que o primeiro turno da Reforma da Previdência ocorrerá no dia 24. Ele buscava um acordo para esta semana. Mas a oposição não aceita abrir mão do prazo de cinco sessões de discussão. O líder do PT, senador Humberto Costa (PE), destacou que já há um calendário acordado. As informações são da repórter da Rádio Senado, Hérica Christian.

TÓPICOS:
Amapá  Constituição  Davi Alcolumbre  Justiça  Oposição  Partidos  Pernambuco  Previdência  PT  Reforma da Previdência  Senador Davi Alcolumbre  Senador Humberto Costa  Sessão Temática 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo