Votações

Agenda do Plenário: prevenção do estupro e punição a quem maltrata animais

02:25Agenda do Plenário: prevenção do estupro e punição a quem maltrata animais

Transcrição LOC: SENADORES PODERÃO VOTAR PRISÃO DE CINCO ANOS PARA QUEM MALTRATAR CÃES E GATOS E CADASTRO DE CONDENADOS POR ESTUPRO. LOC: TAMBÉM ESTÃO NA PAUTA UM AUXÍLIO DE CEM REAIS PARA O PAGAMENTO DE INTERNET DE FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA E UM PROGRAMA DE AJUDA FINANCEIRA A ESCOLAS PARTICULARES. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN TÉC: O Plenário do Senado poderá votar a criação do Cadastro Nacional de Pessoas Condenadas por Crime de Estupro que conterá as características físicas, impressões digitais, perfil genético, fotos, além do endereço do condenado por violência sexual. O relator, senador Eduardo Braga, do MDB do Amazonas, ponderou que esse banco de dados permitirá a localização rápida dos acusados, que costumam ser reincidentes. Também está na pauta a proposta que aumenta para cinco anos a pena de prisão para quem maltratar cães e gatos. O relator, senador Fabiano Contarato, da Rede Sustentabilidade do Espírito Santo, afirmou que o projeto quer acabar com o que chamou de barbárie contra os animais. (Contarato) Nós precisamos dar um basta à crueldade contra os animais. Espancamento, abandono, criadouros Ilegais em busca de lucro são apenas alguns exemplos desse tipo de violência. Não podemos aceitar jamais essa barbaridade. REP: O Plenário poderá votar ainda o repasse mensal de R$ 100 para despesas com telefonia ou internet de famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, o CadÚnico. Os recursos sairão do FUST – Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações. Ainda na pauta a criação do Programa Nacional de Auxílio às Instituições de Ensino da Educação Básica que vai repassar entre R$ 3 mil e R$ 10 mil para escolas privadas afetadas pela pandemia. O autor, senador Jorginho Mello, do PL de Santa Catarina, destacou que o projeto também permite a suspensão do contrato de trabalho dos funcionários e do pagamento dos tributos federais. (Jorginho) São mais de 34 mil escolas do Brasil que estão passando por dificuldades. Nós estamos tentando fazer com que o governo alcance uma colaboração, um financiamento, um empréstimo e também cuide do setor tributário. Eles não conseguem pagar os tributos. REP: Os senadores poderão votar também o projeto que vai desobrigar os estados, municípios e o Distrito Federal a devolverem para a União as verbas destinadas ao combate à pandemia não usadas até o final do ano.

O Plenário poderá votar a criação do Cadastro Nacional de Pessoas Condenadas por Crime de Estupro para facilitar a identificação de acusados desse crime. Também está na pauta a pena de cinco anos de prisão para quem maltratar cães e gatos. O relator, senador Fabiano Contarato (Rede-ES), considera que o projeto ajudará a acabar com situações de barbaridades. Os senadores deverão votar ainda o programa de ajuda financeira a escolas particulares afetadas pela pandemia. O autor, Jorginho Mello (PL-SC), citou a  suspensão do contrato de trabalho dos funcionários e do pagamento dos tributos federais. O Plenário poderá votar também o repasse mensal de R$ 100 para famílias de baixa renda pagarem telefone e internet. As informações são da repórter Hérica Christian.

PL 5013/2019

PL 1095/2019

PL 2388/2020

PLP 195/2020

TÓPICOS:
Amazonas  Animais  Distrito Federal  Educação  Escolas  Espírito Santo  Estados  Estupro  Fust  Internet  MDB  Municípios  pandemia  Plenário do Senado  Podemos  Rede  Rede Sustentabilidade  Santa Catarina  Senador Eduardo Braga  Senador Fabiano Contarato  Senador Jorginho Mello  Sustentabilidade  Telecomunicações  Trabalho  Tributos  União  Violência 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo