Vacina contra Poliomielite continua disponível nos postos de saúde — Rádio Senado
Saúde

Vacina contra Poliomielite continua disponível nos postos de saúde

O Ministério da Saúde alerta que a vacinação contra a poliomielite continua em todos os postos de saúde. A campanha nacional de imunização de crianças de até 5 anos terminou nesse final de semana. Até o momento, apenas 60% do público alvo recebeu a dose. A meta da campanha é atingir 95% dessa faixa etária.

10/10/2022, 13h19 - ATUALIZADO EM 10/10/2022, 13h19
Duração de áudio: 01:07
Arquivo/Agência Brasil

Transcrição
A CAMPANHA NACIONALCONTRA POLIOMIELITE TERMINOU EM 30 DE SETEMBRO, MAS DOSES DA VACINA CONTINUAM DISPONÍVEIS NOS POSTOS DE SAÚDE. TODAS AS CRIANÇAS COM ATÉ CINCO ANOS DEVEM SER IMUNIZADAS. REPORTAGEM DE RODRIGO RESENDE. A campanha nacional de vacinação contra a Poliomielite já foi encerrada, mas as doses do imunizante continuam disponíveis em todos os postos de saúde. Crianças de até cinco anos devem manter atualizado o cartão de vacina. A senadora e médica Zenaide Maia, do PROS do Rio Grande do Norte, faz um alerta para a importância da vacinação. Já tivemos surtos de doenças que não víamos mais, como sarampo. Corremos o risco de retorno de outras enfermidades terríveis, como difteria, tétano, coisa de que a gente não tinha conhecimento, e poliomielite. Nós aqui do Senado precisamos repetir todos os dias, se necessário: mães, pais e responsáveis, vacinem seus filhos. As vacinas aumentam a expectativa de vida de um povo. Durante a campanha nacional, apenas 60% das crianças foram imunizadas. A meta de vacinação é de 95% de menores de até 5 anos de idade. Da Rádio Senado, Rodrigo Resende. O BRASIL NÃO TEM CASOS DE POLIOMIELITE DESDE 1989. O MINISTÉRIO DA SAÚDE NÃO CONFIRMOU A SUSPEITA DE UMA CRIANÇA PARAENSE QUE TERIA CONTRAÍDO O VÍRUS DA DOENÇA. ATÉ O MOMENTO, O DIAGNÓSTICO É DE PARALISIA FLÁCIDA AGUDA, QUE PODE SER CAUSADA POR OUTROS MOTIVOS, NÃO APENAS PELA PÓLIO.

Ao Vivo

Não é usuário? Cadastre-se.

Ao vivo
00:0000:00