Ir para conteúdo principal

Senado Notícias

Oposição não aceita relatório da reforma trabalhista 'dado como lido' na CAE

23/05/2017, 19h41 - ATUALIZADO EM 23/05/2017, 19h45

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) disse nesta terça-feira (23) que a oposição não aceita e poderá recorrer ao Supremo Tribunal Federal contra a decisão da presidência da Comissão de Assuntos Econômicos que deu como lido o relatório do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) sobre a reforma trabalhista. A decisão ocorreu após um intenso debate entre senadores da oposição e do governo, o que impediu a leitura do relatório.

CAE tem debate acalorado sobre reforma trabalhista antes da leitura do relatório

Divergências entre senadores impedem leitura do relatório da reforma trabalhista

Vídeo - Lindbergh: não aceitaremos leitura do relatório da reforma trabalhista

Vídeo - Em debate sobre reforma trabalhista na CAE, oposição protesta contra continuidade de proposta

Vídeo - Para Humberto, foram os governistas que violaram o regimento

Vídeo - Para Simone Tebet, Tasso Jereissati cumpriu regimento da CAE

Vídeo - Otto Alencar avalia que reforma trabalhista não passará no Congresso

Vídeo - Gleisi: 'Oposição não está exaltada, está defendendo o povo'

Vídeo - Cássio Cunha Lima defende decisão sobre projeto da reforma trabalhista

Áudio - Lindbergh Farias diz que oposição não deixará reforma trabalhista avançar

Áudio - Ana Amélia avalia clima para votações no Senado e critica oposição

Áudio - A oposição não vai ganhar no grito, diz Paulo Bauer

Veja como será a tramitação da reforma trabalhista

Infográfico - Entenda os principais pontos da reforma trabalhista aprovada na Câmara

Outras notícias sobre a reforma trabalhista

Veja os outros vídeos da reforma trabalhista

Últimos vídeos



Mais vistos




Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11