Telmário Mota defende fortalecimento do Mercosul contra crises na economia mundial

Da Redação | 19/11/2019, 17h36

O senador Telmário Mota (Pros-RR) defendeu nesta terça-feira (19) em Plenário a integração do Brasil com os demais países da América Latina e o fortalecimento do bloco econômico do Mercosul como forma de defender o país das “tempestades da economia mundial”. Para o senador, independente do posicionamento político, partidário e ideológico do presidente da República, a integração do Brasil com a América Latina não é uma escolha, mas uma condição estabelecida pela geografia, pela geopolítica e pela Constituição que, na sua avaliação, objetiva a formação de uma comunidade latino-americana de nações.

A economia mundial, dominada pela formação de blocos compostos por países como França, Alemanha, China, Rússia e Estados Unidos, deixa o Brasil, segundo o senador, com poder diminuído para as relações comerciais e industriais à frente das grandes potências, comprometendo inclusive, a soberania nacional. Ele citou como exemplo a execução da proteção tarifária entre empresas e indústrias dos países latino-americanos como mecanismo de desenvolvimento industrial e tecnológico por meio do Mercosul.

— Precisamos superar a condição de meros fornecedores de matérias primas para as cadeias mundiais de valor. Temos de deixar de sermos uma espécie de almoxarifado do sistema capitalista mundial. Temos de construir sociedades democráticas desenvolvidas e estáveis. Precisamos de cooperação sul-sul, de integração sul-sul. Precisamos do Mercosul. As dimensões territoriais, demográficas, de um produto econômico e de recursos naturais do Brasil, não permitem que ele possa vir a se integrar, em condições vantajosas, em nenhum bloco dos Estados que seja liderado pelas grandes potências — argumentou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
20h27 Transporte exclusivo para cuidadores: O Plenário aprovou substitutivo ao Projeto de Lei 2.178/2020, que prevê transporte exclusivo para cuidadores de pessoas com deficiência, de portadores de doenças raras e de idosos durante a pandemia. A matéria segue para a Câmara.
19h57 Dívidas rurais: O Plenário aprovou substitutivo ao Projeto de Lei 1.543/2020, que prorroga o vencimento de dívidas rurais de agricultores familiares. A matéria segue para a Câmara.
17h53 Cessão de leitos para o SUS: O Plenário aprovou substitutivo ao Projeto de Lei 2.324/2020, que obriga hospitais privados a ceder leitos desocupados para tratar pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) com a covid-19. A matéria segue para a Câmara.
Ver todas ›