Telmário critica medidas do governo no estado de Roraima

Da Redação | 08/11/2019, 11h59

O senador Telmário Mota (Pros-RR) criticou nesta sexta-feira (8) em Plenário as ações desenvolvida pelo governo do presidente Jair Bolsonaro no estado de Roraima. Segundo o parlamentar, o chefe do Executivo disse durante a campanha que iria “levar energia, resolver a questão do garimpo e a questão fundiária”. No entanto, disse Telmário, a realidade tem sido diferente.

Ele censurou a instalação do Exército dentro dos garimpos e também o que chamou de excessos do Ibama e da Polícia Federal. Outro problema, apontou Telmário, foi a briga com a Venezuela, que resultou no fechamento da fronteira entre os dois países. Por isso, Roraima enfrenta “um caos absoluto em todos os serviços públicos”, afirmou.

— [Bolsonaro] brigou com a Venezuela, cortaram a energia que vinha de lá. Hoje, Roraima tem energia da pior qualidade e a mais cara do país. Fecharam a fronteira Roraima/Venezuela. É de lá que vem o calcário para nós, é de lá que vem a energia, é de lá que vem o ferro, e é para lá que Roraima exporta 86% [de suas vendas para o exterior). E ele fechou, com essa briga — reclamou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
14h12 Escolas públicas : A Comissão de Educação aprovou o Projeto de Lei 5.288/2019 que estabelece condições mínimas para escolas de educação básica pública. A matéria segue para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).
13h46 Salário Educação : Senadores da Comissão de Educação aprovaram o Projeto de Lei 5.695/2019, que propõe a transferência de cota da União do salário educação para estados e municípios. A matéria segue para a Comissão de Assuntos Econômicos.
13h21 Bebidas proibidas em estádios: Senadores da Comissão de Educação aprovaram Projeto 3.788/2019 que proíbe uso e torna crime a venda de bebidas alcoólicas em estádios. A matéria segue para Comissão de Constituição e Justiça.
Ver todas ›