Senado instala subcomissão para propor políticas de desenvolvimento sustentável

Da Redação | 22/10/2019, 09h18

Será instalada nesta quarta-feira (23), às 14h, uma subcomissão temporária para propor políticas públicas e reformas estruturais e de desenvolvimento econômico e social que representem um novo arranjo verde para o desenvolvimento sustentável. Na reunião também serão eleitos presidente e vice-presidente do colegiado.

Proposta pelo senador Jaques Wagner (PT-BA), a Subcomissão Temporária Brasil Século XXI  funcionará no âmbito da Comissão de Meio Ambiente (CMA). O colegiado também apresentará ideias para alavancar os investimentos nacionais e estrangeiros com o objetivo de gerar emprego e renda, reduzir a desigualdade e falhas estruturais e promover sustentabilidade.

“O governo federal tem dirigido sua atenção para uma política econômica que não tem sido capaz de apontar soluções para crise do emprego e da renda. Assim, há um senso de urgência para que esta Casa do Congresso Nacional, considerando sua tradição, apresente propostas que ajudem o país a superar essa grave crise”, argumenta o senador no requerimento de criação do colegiado.

A subcomissão vai promover amplo debate com representantes sindicais, empresariais e da sociedade civil, cientistas, juristas, ambientalistas, intelectuais e ativistas para subsidiar propostas legislativas que façam o país caminhar para esse novo arranjo verde para o desenvolvimento sustentável (também conhecido como Big Push Ambiental).

Além de Jaques Wagner, são membros titulares da comissão os senadores Confúcio Moura (MDB-RO) e Styvenson Valentim (Podemos-RN). Os suplentes são os senadores Otto Alencar (PSD-BA), Eliziane Gama (Cidadania-MA) e Leila Barros (PSB-DF).

A instalação da subcomissão acontecerá no Plenário 15 da Ala Senador Alexandre Costa, no Anexo 2 do Senado Federal.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
20h48 Sessão retomada: Após o atendimento médico para o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), que passou mal, o Plenário retomou a sessão deliberativa para seguir com a votação da proposta de emenda à Constituição (PEC) 133/2019.
20h35 Sessão suspensa: A sessão deliberativa foi suspensa há pouco para o atendimento médico ao senador Jorge Kajuru, que passou mal em Plenário.
18h58 PEC Paralela: Rejeitada em Plenário (41 votos não; 29 votos sim) a emenda que visava a assegurar na PEC 133/2019, a PEC Paralela da Previdência, que o benefício, em aposentadoria por invalidez, seria de 100% na média de contribuições.
Ver todas ›