Marcos Rogério defende aprovação de mais reformas, como a administrativa

Da Rádio Senado | 22/10/2019, 18h03

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) manifestou preocupação nesta terça-feira (22) em Plenário com a reduzida porcentagem do Orçamento da União dedicada à educação e à saúde, quando comparada com o que é gasto com a Previdência. Nesse sentido, disse ser preciso garantir um reordenamento orçamentário e financeiro para o governo, com a aprovação de outras reformas estruturais, além da previdenciária.

Nesta terça, o Senado vota a reforma da Previdência (PEC 6/2019) em segundo turno. Para o senador, é preciso ir adiante com as reformas. Ele disse ser preciso reduzir o custo da máquina pública. A seu ver, uma reforma administrativa é urgentemente necessária. Acrescentou que o perfil do servidor público precisará mudar rapidamente para se ajustar a um Estado mais eficiente.

Não há lugar para o populismo. Respeitosamente, não cabe espaço para o populismo. O país exauriu, as contas públicas exauriram. O país está quebrado! Os tempos que estamos vivendo não comportam mais a defesa de direitos irrealizáveis. Não basta ter direito não executável; é preciso garantir, mas ter a condição econômico-financeira para fazer cumprir.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
13h21 Bebidas proibidas em estádios: Senadores da Comissão de Educação aprovaram Projeto 3.788/2019 que proíbe uso e torna crime a venda de bebidas alcoólicas em estádios. A matéria segue para Comissão de Constituição e Justiça.
13h02 Aviação entre Brasil e Suíça: A Comissão de Relações Exteriores (CRE) aprovou o Projeto de Decreto Legislativo 634/2019 que aprova o acordo sobre a operação de serviços aéreos entre Brasil e Suíça. Matéria vai a Plenário.
12h58 Poluição nos mares: A Comissão de Educação (CE) aprovou o PLC 112/2018, que institui o Dia Nacional de Combate à Poluição nos Oceanos e de Limpeza das Praias em 8 de junho. Matéria vai a Plenário.
Ver todas ›