Esperidião Amin presta homenagem aos professores

Da Rádio Senado | 15/10/2019, 18h47

O senador Esperidião Amin (PP-SC), homenageou nesta terça-feira (15), em Plenário, os professores do Brasil, pela passagem do seu dia. Ele disse ter exercido a profissão desde 1968, quando tinha 20 anos de idade, tendo começado a lecionar na quarta série do ginásio do Instituto Estadual de Educação. O parlamentar acrescentou que foi professor da Esag, da Faculdade de Educação e da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) , onde ingressou por concurso, em 1975, fazendo lá o seu mestrado e depois o doutorado.

Espiridião Amin reverenciou, em particular, a sua primeira professora, Leonor de Barros, que era irmã de Antonieta de Barros (1901-1952), a primeira deputada mulher e negra do Brasil. Elogiou a sua generosidade, carinho e a confiança que inspirava nos alunos. Por último, reiterou a todos os professores o seu compromisso com a educação.

— A ela e a todos os professores eu devo lealdade, capricho, carinho e esforço por valorizar esta missão que, acima de todas as dificuldades, nos dá a possibilidade de oferecer uma contribuição verdadeira para que o nosso país possa efetivamente melhorar — declarou Esperidião Amin.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)