Rodrigo Cunha destaca fraudes no transporte escolar em Alagoas

Da Redação | 13/09/2019, 15h17

O senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL) falou nesta sexta-feira (13), em Plenário, sobre os investimentos na educação, e principalmente, a má gestão dos recursos destinados ao transporte de alunos em todo Brasil. O parlamentar ressaltou a situação precária do estado de Alagoas. Segundo ele, investimentos em alunos não deveria se resumir apenas à sala de aula.

— É papel do Estado garantir todos os meios necessários para que o aluno se preocupe somente em aprender. Um dos meios essenciais é aquele que garante ao aluno chegar ao estabelecimento de ensino, qual seja o transporte escolar público. O direito ao transporte escolar público é fundamental na concretização do direito à educação, pois interfere no seu acesso, na frequência, na permanência, na evasão e também no processo de ensino-aprendizagem — disse.

Rodrigo Cunha chamou atenção para notícias veiculadas na mídia local, que apontam, de acordo com a Controladoria Geral da União (CGU), para a ação de suposto grupo criminoso, que promovia direcionamento de contratações públicas de prestadores de serviços, beneficiando-os por meio de superfaturamento.

— Afirma a CGU que "também foram detectadas evidências de direcionamento de dispensas emergenciais por meio de cotações de preços elaboradas em conluio, retardamento de processo licitatório, ausência de publicação de cotações de preços, celebração de apostilamento, quando estava clara a necessidade de um termo aditivo e serviços prestados de forma precária, colocando em risco os estudantes transportados" — ressaltou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
12h01 Capital do surfe: O município de Saquarema (RJ) pode receber o título de Capital Nacional do Surfe. O PL 2.173/2019 foi aprovado na Comissão de Educação e segue para o Plenário.
11h49 Cinema independente: A Comissão de Educação aprovou projeto que estende até 2024 incentivos fiscais para produções audiovisuais independentes. O PL 5.231/2019 segue para análise terminativa da CAE.
11h35 Alienação Parental: Comissão de Direitos Humanos aprova o Projeto de Lei do Senado 498/2018 que revoga a Lei de Alienação Parental (Lei 12.318, de 2010). Matéria segue para a CCJ.
Ver todas ›