Romário (Pode)

Da Redação | 18/01/2019, 17h06

O ex-jogador de futebol Romário de Souza Faria nasceu em 1966 no Rio de Janeiro e viveu parte da infância na favela do Jacarezinho. No futebol, atuava como atacante e, entre seus títulos, destaca-se a Copa do Mundo de 1994. Ingressou na política aos 49 anos, ao abraçar a defesa das pessoas com deficiência e doenças raras. Sua filha mais nova, Ivy, tem síndrome de Down.

Trajetória política: Romário foi eleito deputado federal em 2010, com filiação ao PSB. Em 2014, com 4,7 milhões de votos, foi o senador mais bem votado na história do Rio de Janeiro. Desde 2017, é filiado ao Podemos.

Eleição/atuação: Sua principal atuação está ligada às pessoas com necessidades especiais e ao esporte. Foi relator da Lei Brasileira de Inclusão, presidiu a Comissão de Educação, Cultura e Esporte e a CPI do Futebol. Em 2018, participou da disputa ao governo do estado, mas não se elegeu e retornou ao Senado.

Suplentes: João Batista Lemos (PCdoB) e Vivaldo Barbosa (PSB).

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
Rio de Janeiro Senado

Senado Agora
20h27 Transporte exclusivo para cuidadores: O Plenário aprovou substitutivo ao Projeto de Lei 2.178/2020, que prevê transporte exclusivo para cuidadores de pessoas com deficiência, de portadores de doenças raras e de idosos durante a pandemia. A matéria segue para a Câmara.
19h57 Dívidas rurais: O Plenário aprovou substitutivo ao Projeto de Lei 1.543/2020, que prorroga o vencimento de dívidas rurais de agricultores familiares. A matéria segue para a Câmara.
17h53 Cessão de leitos para o SUS: O Plenário aprovou substitutivo ao Projeto de Lei 2.324/2020, que obriga hospitais privados a ceder leitos desocupados para tratar pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) com a covid-19. A matéria segue para a Câmara.
Ver todas ›