Eunício ressalta união e empenho do Congresso no último biênio

Da Redação | 19/12/2018, 19h28 - ATUALIZADO EM 20/12/2018, 12h17

O presidente do Senado e do Congresso Nacional, Eunício Oliveira, afirmou nesta quarta-feira (19) que o Parlamento brasileiro “honrou os seus deveres” no último biênio. Eunício fez um balanço das atividades do Congresso ao final da sessão conjunta e ressaltou que a união e o empenho dos parlamentares permitiu que o país superasse desafios.

O senso comum era a ideia de que em 2018 o Parlamento ficaria inerte. Não ficamos. O Brasil atravessou e superou uma das maiores crises da história republicana. O sucesso se deu porque soubemos, com práticas democráticas, exercitar o diálogo e o entendimento — afirmou.

Eunício escolheu como ações de maior destaque as medidas tomadas para conter a crise da segurança pública no Rio de Janeiro e a greve dos caminhoneiros. O presidente do Congresso também dirigiu elogios específicos ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e desejou “muita sorte” ao governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, que tomará posse em janeiro.

Voto aberto

Eunício confirmou que o Senado vai recorrer da decisão liminar tomada nesta quarta-feira pelo ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), sobre a próxima eleição para a presidência da Casa. Marco Aurélio acolheu mandado de segurança do senador Lasier Martins (PSD-RS) reivindicando que a votação seja aberta. Para Eunício, a decisão unilateral do ministro invade as prerrogativas do Senado.

— Sempre respeitei a independência e a harmonia [entre] os poderes. No momento em que um poder se sente incomodado por outro, é legítimo que ele possa recorrer. É o que o Senado fará — declarou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)