Airton Sandoval faz balanço do mandato e se mostra otimista com o país

Da Redação e Da Rádio Senado | 18/12/2018, 19h04 - ATUALIZADO EM 18/12/2018, 19h34

Em seu discurso de despedida do Senado, o senador Airton Sandoval (MDB-SP) declarou esperar que o Brasil consiga no próximo ano superar a crise econômica e política dos últimos anos. Ele observou que ainda virão grandes desafios, mas se disse otimista com a eleição de Jair Bolsonaro para a Presidência da República. No entendimento de Sandolval, a democracia brasileira está consolidada e não cabem no país radicalismos à esquerda ou à direita.

— Minha percepção política do futuro é a de que, embora a eleição de Jair Bolsonaro represente uma guinada à direita, não será uma guinada radical. A maioria do povo brasileiro enxergou em Bolsonaro, dentre os vários candidatos, o único capaz de promover uma forte e positiva mudança no estado de coisas que estamos vivendo — afirmou o senador.

Ao fazer um balanço de sua atividade no Senado, Airton Sandoval mencionou os 15 projetos de lei de sua autoria. Ele também criticou o cancelamento, por parte do Ministério da Integração Nacional, de recursos empenhados para vários municípios da região de Franca, em São Paulo.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)