Magno Malta faz balanço do seu mandato e diz que ‘lutou o bom combate’ contra a corrupção, o narcotráfico e a pedofilia

Da Redação | 12/12/2018, 17h54 - ATUALIZADO EM 12/12/2018, 18h06

O senador Magno Malta (PR-ES) fez nesta quarta-feira (12) em Plenário um balanço do seu mandato, que termina no fim de janeiro de 2019 e disse que lutou o bom combate contra a corrupção, o narcotráfico e a pedofilia. Ele reiterou a confiança no sucesso do futuro governo do presidente eleito Jair Bolsonaro e agradeceu o apoio recebido de diversas lideranças políticas e religiosas, destacando, nesse sentido, o pastor Silas Malafaia.

Magno Malta lembrou igualmente de sua oposição à chamada ideologia de gênero e à legalização do aborto, do jogo e das drogas. Quanto a Bolsonaro, destacou ter sempre confiado que ele poderia chegar à Presidência da República, quando quase ninguém acreditava nessa possibilidade. E disse que a vitória do deputado marca um "momento de profunda mudança no Brasil, rompendo com longos anos de predomínio ideológico da esquerda".

— Está quebrado o muro que separava, de uma forma preconceituosa, católicos de espíritas e espíritas de evangélicos. Esse muro se quebrou nesse processo [político] e nós nos abraçamos. Podemos divergir doutrinariamente, mas nos abraçamos em defesa do Brasil e em defesa da pátria. Esses esquerdopatas jamais voltarão ao Poder — afirmou senador.


Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)