Guaracy Silveira defende criação de comissão para combater o uso e o tráfico de drogas ilícitas

Da Redação e Da Rádio Senado | 28/11/2018, 15h40 - ATUALIZADO EM 28/11/2018, 15h41

O senador Guaracy Silveira (DC-TO) defendeu em pronunciamento no Plenário nesta quarta-feira (28) a criação de uma comissão para combater o uso e o tráfico de drogas ilícitas. Segundo ele, a expectativa de vida de usuários de drogas chega a ser vinte e seis anos menor que a de quem não consome esse tipo de produto.

Guaracy Silveira também chamou a atenção para o perigo das drogas lícitas, pedindo o empenho de toda a sociedade, incluindo governo, igrejas e imprensa em ações para conter o uso do cigarro e do álcool.

O senador lembrou que algumas ações foram efetivas para a redução do consumo de cigarro, como a proibição de publicidade desses produtos.

Antes dessa proibição, 35% dos brasileiros consumiam cigarros. Depois, esse índice caiu para 14%, disse Guaracy, que acrescentou algumas doenças decorrentes do tabagismo.

— Olhe bem, o tabagismo está relacionado a mais de 50 doenças, sendo responsável por 30% das mortes por câncer de boca, 90% das mortes por câncer de pulmão, 25% das mortes por doença no coração, 85% das mortes por bronquite e enfisema, e 25% das mortes por derrame cerebral. Segundo a Organização Mundial da Saúde, todo ano morrem no mundo mais de cinco milhões de pessoas por causa do cigarro — registrou.

Guaracy Silveira lembrou ainda que o álcool é responsável pela morte de mais de seis milhões de pessoas e é o grande motivo para as mortes violentas no trânsito.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)