Wellington Fagundes defende Forças Armadas e investimento nas fronteiras

Da Redação | 14/11/2018, 12h40 - ATUALIZADO EM 14/11/2018, 14h35

Em pronunciamento nesta quarta-feira (14), o senador Wellington Fagundes (PR-MT) defendeu investimentos na proteção das fronteiras para evitar o aumento da criminalidade. Relator setorial da área da Defesa e Justiça na elaboração do Orçamento para 2019, ele relatou a audiência que teve com o ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, para discutir o assunto.

Wellington disse que, na reunião, tratou sobre o orçamento da área da Defesa para o próximo ano, o papel das Forças Armadas e a importância social delas para o país.

Ao defender a total integração entre todas as polícias, o parlamentar disse que o Estado precisa fazer sua parte, a fim de evitar o abastecimento de armas para grupos criminosos através do contrabando.

- Entra arma, entra o contrabando ou leva-se o produto contrabandeado do Brasil porque, principalmente estados como o Mato Grosso estão vulneráveis, sem a presença e a eficácia das Forças Armadas em suas fronteiras - ressaltou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
10h08 Ministro da Saúde: A Comissão de Assuntos Associais aprovou requerimento que convida o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a comparecer na comissão para esclarecer as mudanças no atendimento à saúde mental no país.
09h49 Reforma da Previdência: Entre os itens da proposta entregue por Bolsonaro ao Congresso, está a definição das idades mínimas de aposentadoria para trabalhadores da iniciativa privada e do serviço público.
09h48 Vice da CCT: A senadora Selma Arruda (PSL-MT) foi eleita vice-presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia para o biênio 2019/2020. O presidente, escolhido na semana passada, é o senador Vanderlan Cardoso (PP-GO).
Ver todas ›