Para Rose de Freitas, investimento em educação é o caminho para melhorar competitividade

Da Redação | 14/11/2018, 11h36

Ao comentar a queda do Brasil no ranking que avalia a competitividade de 140 países, divulgado pelo Fórum Econômico Mundial, a senadora Rose de Freitas (Pode-ES) afirmou nesta quarta-feira (14), em Plenário, que o caminho para melhorar o ambiente de negócios é investir em educação, a exemplo do que fez Singapura.

Em 72º lugar, o Brasil está três posições abaixo em relação à listagem de 2017. Já o país asiático está em segundo lugar, atrás apenas dos Estados Unidos.

— Educação é a chave para sairmos do atraso. A educação diminui desigualdade, democratiza oportunidades, combate à fome e à miséria, qualifica a mão de obra e agrega valor aos nossos produtos – afirmou.

Rose afirmou que é preciso criar políticas que qualifiquem o país. "Os dez países que ocupam o topo do ranking fizeram fortes investimentos em educação", disse.

A senadora ainda saudou Jair Bolsonaro pela vitória nas eleições de outubro e afirmou que vai trabalhar para que o futuro presidente aprove propostas que melhorem a vida dos brasileiros e dos capixabas, em especial.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)