Crescimento agropecuário depende da logística de transporte, alerta Rodrigues Palma

Da Redação | 09/08/2018, 13h27 - ATUALIZADO EM 09/08/2018, 18h21

Ao defender a importância do investimento no modal ferroviário, o senador Rodrigues Palma (PR-MT) chamou atenção para o fato de o crescimento do agronegócio brasileiro estar diretamente ligado à logística de transporte.

— Sabemos que os trilhos são poucos explorados no país, daí a necessidade de investimento em massa para escoamento da produção agrícola. Apenas em Mato Grosso, a exportação de grãos deve atingir 70 milhões de toneladas até 2020 — afirmou nesta quinta-feira (9), no Plenário do Senado.

Na opinião de Rodrigues Palma, é muito importante o apoio dos Senado na busca de novas alternativas de transporte até para que a população não fique novamente refém de um setor só, como ocorreu na greve dos caminhoneiros em maio passado.

O parlamentar também destacou a importância da Ferrovia do Cerrado e seu trecho de quase 700 quilômetros entre Alto Araguaia (MT) e Uberlândia (MG). Segundo ele, é uma demanda antiga e sem grandes dificuldades para ser concretizada.

— O custo de implantação é competitivo, pois corre em região plana e não atravessa reservas indígenas ou ambientais. Além de passar por grandes centros atacadistas, como Uberlândia e Uberaba, a ferrovia terá condições de transportar de 8 a 12 milhões de toneladas por ano — afirmou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)