Humberto Costa acusa governo Temer de sucatear a educação e cortar pesquisa científica

Da Redação e Da TV Senado | 08/08/2018, 15h40 - ATUALIZADO EM 08/08/2018, 20h26

O senador Humberto Costa (PT-PE) denunciou nesta quarta-feira (8) o corte de recursos federais para a pesquisa científica. Ele acusou o deputado federal Mendonça Filho (DEM-PE) de ser um dos maiores responsáveis por essa situação. E disse que esse parlamentar, que foi ministro da Educação de Michel Temer, em vez de defender o setor, apoiou o sucateamento da área educacional.

Entre as medidas criticadas por Humberto Costa figuram a reformulação do Ensino Médio e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Para ele, Mendonça passa para a história do Ministério da Educação como o "ministro mãos de tesoura", pelos cortes que realizou no orçamento da pasta. Humberto Costa também acusou o deputado pernambucano de ser o "coveiro" do programa Ciências sem Fronteiras, de apoio a bolsas no exterior.

— Mendonça, enfim, jogou na lata de lixo o Plano Nacional de Educação, aprovado por unanimidade neste Congresso Nacional e sancionado sem vetos pela presidenta Dilma, com a previsão de aplicação de 10% do PIB em educação — afirmou o senador.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
21h39 Retomada a sessão: O presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira, retomou a sessão. Os líderes chegaram a um acordo para inverter a pauta e colocar em votação, primeiramente, créditos suplementares, e depois os vetos suplementares.
21h37 Congresso: O presidente do Congresso, Eunício Oliveira, suspendeu a sessão por 10 minutos para que os líderes partidários tentem um acordo para a votação de créditos suplementares e vetos presidenciais
21h36 Orçamento de 2019: O presidente do Congresso, Eunício Oliveira, afirmou há pouco que o Orçamento de 2019 deve ser votado na semana que vem. Neste momento, os líderes partidários negociam a votação de vetos e créditos suplementares.
Ver todas ›