Aprovada indicação de Ferreira Simões para a embaixada do Brasil no Uruguai

Da Redação | 10/07/2018, 19h22

Por 46 votos favoráveis, quatro contrários e uma abstenção, o Plenário aprovou nesta terça-feira (10) a indicação do diplomata Antônio José Ferreira Simões para o cargo de embaixador do Brasil no Uruguai. A aprovação da indicação, relatada pelo senador Cristovam Buarque (PPS-DF), será comunicada à Presidência da República.

Entre as funções desempenhadas por Ferreira Simões, estão a de chefe do Núcleo de Coordenação da Área de Livre Comércio das Américas (1999/2001), chefe da Secretaria de Planejamento Diplomático (2005/2006) e embaixador em Caracas, na Venezuela (2008/2010). Desde 2015, o diplomata é embaixador na Espanha.

Ao ser sabatinado na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), em maio, Antônio Simões explicou aos senadores que uma das diretrizes do governo uruguaio nos últimos anos tem sido priorizar o acúmulo de reservas cambiais, que já equivalem a quase um terço do Produto Interno Bruto (PIB) do país. Essas reservas, da ordem de U$ 18 bilhões, devem impedir que o Uruguai seja fortemente afetado pela instabilidade econômica por que vem passando a Argentina. E, com isso, fortalecer os laços do Uruguai com outros países, como China e Brasil.

Ferreira Simões anunciou aos senadores ainda que dará continuidade em Montevidéu a tratar o Uruguai como uma das prioridades da agenda externa brasileira.

Uruguai

O Uruguai tem população de 3,44 milhões de pessoas e é um dos principais parceiros do Brasil na América do Sul. No âmbito comercial, o intercâmbio revela-se superavitário em relação ao Brasil. Em 2017, o Brasil foi o segundo maior fornecedor de produtos para o Uruguai compondo 17,8% das exportações, atrás apenas da China (21,4%). O Brasil também foi o segundo destino das importações uruguaias (19,6%), atrás, por igual, da China (19,7%).

As exportações brasileiras para o Uruguai são compostas, principalmente, por óleo bruto de petróleo, automóveis de passageiros, veículos de transporte de mercadorias, carne suína, mate, minério de manganês e açúcar refinado. Já o Uruguai exporta para o Brasil, especialmente, leite e nata, malte, energia elétrica, arroz, embalagem de plástico para transporte, margarina, borracha não vulcanizada, queijo e requeijão, tubos e perfis ocos de ferro ou aço e carne bovina.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
19h14 Readmissão de empresas no Simples: Plenário do Senado aprovou projeto (PLC 76/2018) que permite a empresas excluídas do Supersimples em janeiro de 2018 retornarem ao regime de tributação.
18h17 Imposto sobre refrigerantes: Plenário do Senado aprovou projeto (PDS 57/2018) sustando decreto que havia reduzido o IPI dos extratos concentrados de refrigerantes de 20% para 4%. Projeto segue para a Câmara.
17h23 Proteção de dados pessoais: Plenário do Senado aprovou projeto de lei (PLC 53/2018) que disciplina proteção a dados pessoais dos cidadãos e faz com que usuários tenham instrumentos para questionar o mal uso de seus dados.
Ver todas ›