Rudson Leite protesta contra fechamento de fábricas de fertilizantes pela Petrobras

Da Redação e Da Rádio Senado | 03/07/2018, 20h13 - ATUALIZADO EM 03/07/2018, 23h31

Em discurso nesta terça-feira (3), o senador Rudson Leite (PV-RR) protestou contra a decisão, confirmada pela Petrobras, de encerrar as atividades de duas fábricas de fertilizantes na Bahia e em Sergipe. Para ele, o fechamento das fábricas é mais uma decisão equivocada dos administradores da estatal, tomados pelo “foco no curto prazo” e pela “obsessão dinheirista”.

Rudson pediu respeito à função estratégica da Petrobras para a soberania nacional e o desenvolvimento econômico do país. O senador lembrou que a ureia é a principal fonte de nitrogênio para a agricultura brasileira e um suplemento alimentar indispensável na pecuária. E alertou que, sem a produção da Petrobras, o agronegócio ficará totalmente dependente da ureia importada.

- Isso poderá acarretar aumento num dos custos dos pecuaristas e, consequentemente, dos preços da carne e do leite. Isso sem falar das implicações sociais, do desemprego, da realocação de milhares de trabalhadores diretos e indiretos, que terão suas vidas transtornadas por essa estratégia suicida da Petrobras de fechar suas unidades produtoras de fertilizantes - afirmou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)