Aprovada indicação de embaixador do Brasil no Peru

Da Redação | 19/06/2018, 20h17 - ATUALIZADO EM 20/06/2018, 08h46

O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (19) a indicação do diplomata Rodrigo de Lima Baena Soares para o cargo de embaixador do Brasil na República do Peru. A indicação (MSF 18/2018) recebeu 45 votos favoráveis, três contrários e duas abstenções.

Carioca, Rodrigo de Lima Baena Soares ingressou na carreira diplomática em 1986. Foi porta-voz da Presidência da República (2011/2012) e assessor especial da Secretaria-Geral das Relações Exteriores (2012/2015). Também foi primeiro-secretário na Embaixada em Paris (2000/2003) e ministro-conselheiro na Embaixada em Buenos Aires (2006/2009). Desde 2015 é embaixador em Maputo, capital de Moçambique.

Durante sua sabatina na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), ocorrida em maio, Baena Soares destacou aos senadores os fortes laços socioeconômicos que unem Brasil e Peru. Hoje, por exemplo, 86% dos produtos exportados pelo Brasil ao país vizinho são manufaturados ou semi-manufaturados, num quadro superavitário para a economia brasileira da ordem de US$ 600 milhões por ano desde 2015.

- Exportamos automóveis, tratores, chassis e plásticos, mas a pauta pode se diversificar até mais. Há perspectivas muito positivas já encaminhadas para robustecermos a exportação de bens de capital, calçados, mobiliário e jogos eletrônicos, todos itens de valor agregado. Também deve continuar aumentando a venda de veículos automotores — enumerou o diplomata.

Outra prioridade anunciada por ele aos senadores será sua atuação para que o país andino ratifique o acordo de ampliação econômico-comercial assinado com o Brasil em 2016. Segundo ele, o acordo comercial é o mais ambicioso fechado por nosso país na América do Sul, estabelecendo a liberalização bilateral relativa às compras públicas, além de facilitar os investimentos.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)