Eunício trabalha para ampliar o intercâmbio entre Brasil e Japão

Da Redação | 20/04/2018, 15h27 - ATUALIZADO EM 27/04/2018, 14h57

Teminou nesta sexta-feira (20) a visita oficial do presidente do Senado, Eunício Oliveira, ao Japão. Eunício e os senadores Jorge Viana (PT-AC) e Antonio Anastasia (PSDB-MG) estavam no país desde o último dia 14, a convite do governo japonês. Foi a primeira vez que uma delegação de senadores brasileiros participou do programa de intercâmbio entre legislativos, promovido pela Câmara de Conselheiros nipônica.

Em audiência no Palácio Imperial do Japão, em Tóquio, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), foi recebido pelo imperador Akihito. Eles conversaram sobre a amizade entre os dois povos e a necessidade de aumentar a integração entre Brasil e Japão.

O incremento das relações bilaterais, principalmente na economia, também foi defendido por Eunício em reunião na sede da Federação das Indústrias do Japão (Keidanren). O presidente do Senado conversou com o presidente da Keidanren, Masami Iijima, e falou para um público de 30 empresários japoneses representantes das maiores multinacionais do país.

Eunício ainda se encontrou com os presidentes do Legislativo no país: Chuichi Date, da Câmara dos Conselheiros, o Senado japonês, e Tadamori Oshima, da Câmara dos Representantes, a Câmara dos Deputados japonesa. A cooperação econômica e a intensificação das relações humanas entre Brasil e Japão foram o tema das conversas.

Em Hiroshima, a delegação brasileira manifestou compromisso com a paz e prestou homenagem às vítimas da bomba atômica lançada durante a Segunda Guerra Mundial. O presidente do Senado e os senadores Jorge Viana e Antonio Anastasia estiveram no Parque do Memorial da Paz de Hiroshima, construído no local atingido pela explosão em 6 de agosto de 1945.

Da Assessoria de Imprensa da Presidência do Senado

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)