Centenário de dom Nivaldo Monte será celebrado em sessão especial

Da Redação | 13/04/2018, 08h26 - ATUALIZADO EM 16/04/2018, 10h41

O Senado fará na segunda-feira (16), às 11h, uma sessão especial no Plenário para homenagear in memoriam o centenário de dom Nivaldo Monte, que foi arcebispo de Natal entre 1967 e 1988.

A celebração atende a requerimento apresentado pela senadora Fátima Bezerra (PT-RN), que ressalta o trabalho social de Dom Nivaldo Monte em prol da população carente do Rio Grande do Norte e da fé católica. O pedido também é assinado pelos senadores Elmano Férrer (Pode-PI), Lasier Martins (PSD-RS), Antonio Anastasia (PSDB-MG), Jorge Viana (PT-AC), Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE), Flexa Ribeiro (PSDB-PA) e Acir Gurgacz (PDT-RO).

Nivaldo Edson do Monte nasceu em Natal, em 15 de março de 1918, e faleceu aos 88 anos, em 10 de novembro de 2006. De família simples de agricultores, Dom Nivaldo teve como lema de vida: “pisar firme, pensar alto e ver longe”.

“Foi com esse pensamento de vida, que sempre trabalhou para que o povo mais simples conquistasse melhores condições de vida”, afirma Fátima no requerimento.

Biografia

Como Padre, fundou a Escola de Serviço Social em 1945, primeira instituição de ensino superior em Natal, além de oito centros sociais em bairros periféricos.

Foi também um dos fundadores do Movimento de Natal, responsável por diversas ações sociais na Arquidiocese, como a Campanha da Fraternidade.

Em 1967 foi nomeado pelo papa Paulo VI como segundo arcebispo metropolitano da Arquidiocese de Natal. Renunciou ao governo arquidiocesano em 6 de abril de 1988.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)