Ângela Portela lamenta demora do Planejamento em enquadrar servidores federais em Roraima

Da Redação e Da Rádio Senado | 14/03/2018, 16h48 - ATUALIZADO EM 14/03/2018, 17h18

A senadora Ângela Portela (PDT-RR) cobrou do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão a publicação de uma portaria com o enquadramento dos servidores federais lotados na Secretaria de Segurança Pública do estado, na carreira de policial civil. Segundo ela, estes funcionários têm direito de assumir cargos policiais desde a promulgação da Emenda Constitucional 79/2014.

Para a senadora, o aparelhamento do Ministério do Planejamento, para uso político em Roraima, está prejudicando os servidores. Ângela lamentou que muitos deles estão doentes pela falta de concessão que deveria ter sido feita há mais de 30 anos.

— Temos o caso por exemplo do querido Antonio Pai Careca, que luta por esse direito há três décadas. Temos casos de servidores com doenças graves como é o caso do senhor Mário Correa de Almeida e da dona Maria Inês Ribeiro, mas o Ministério do Planejamento não se sensibiliza com nenhum argumento e protela o quanto pode este enquadramento.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
11h58 Comissão de Desenvolvimento Regional: Os senadores Fernando Collor (Pros-AL) e Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) foram eleitos, respectivamente, presidente e vice da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) para o biênio 2021-2023.
10h38 Comissão de Constituição e Justiça: O senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) foi eleito por aclamação presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) para o período 2021-2023. O vice será o senador Antonio Anastasia (PSD-MG).
10h27 Comissão de Agricultura: Por aclamação, o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) foi eleito presidente da Comissão de Agricultura para o período 2021-2023.
Ver todas ›