Lindbergh Farias condena impeachment de Dilma e 'perseguição política' a Lula

Da Redação e Da Rádio Senado | 13/03/2018, 18h02 - ATUALIZADO EM 13/03/2018, 18h48

O impeachment da presidente Dilma Rousseff e a condenação do ex-presidente Lula pelo 4º Tribunal Regional Federal, em segunda instância, voltaram a ser criticados pelo senador Lindbergh Farias (PT-RJ) nesta terça-feira (13).

Segundo o parlamentar, Lula tem sofrido uma “perseguição da elite brasileira desde o início do processo”, cujo intuito é impedir a candidatura dele "a qualquer custo".

Ao afirmar que o processo também é uma medida da oposição para desmoralizar o ex-presidente, Lindbergh Farias declarou que os ministros do Supremo Tribunal Federal devem respeitar a Constituição. Para ele, além de ser inconstitucional, eventual prisão de Lula o tornaria um preso político no Brasil.

- Eu vou ler aqui o artigo 5º da Constituição, inciso 57: Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória - disse.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)