Hélio José defende medidas que propôs para evitar violência nos estádios

Da Redação e Da Rádio Senado | 05/03/2018, 16h45 - ATUALIZADO EM 07/03/2018, 19h30

O senador Hélio José (PROS-DF)  lamentou a violência entre torcidas organizadas no futebol, mas disse que elas não devem ser criminalizadas de forma indiscriminada e que é necessário separar o joio do trigo.

Nesse sentido, lembrou duas emendas que apresentou ao Projeto de Lei do Senado (PLS) 68/2017. A primeira determina o monitoramento por imagem nos estádios, com identificação biométrica, visando a impedir o ingresso daqueles que foram punidos pelo Estatuto do Torcedor. O mesmo ocorrerá com qualquer pessoa que tiver um mandado de prisão.

A segunda emenda determina que todos os torcedores com mais de 16 anos de idade sejam devidamente cadastrados, para possibilitar a identificação. Hélio José afirmou que está mantendo diversos contatos para explicar essas propostas:

- Eu já apresentei essa proposta ao Ministério dos Esportes e da Justiça estou com reunião marcada com o Conselho Nacional de Justiça, que tem a ver com a aplicação do Estatuto do Torcedor. Nós não podemos ficar calados - disse o senador.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)