José Medeiros afirma que Brasil carece de planejamento

Da Redação | 05/02/2018, 20h00 - ATUALIZADO EM 05/02/2018, 20h50

O senador José Medeiros (Pode-MT) afirmou, em pronunciamento, que o Brasil é uma nação que está sem projeto. Para ele, falta a cultura do planejamento nos municípios, nos estados e na União, o que pode ser constatado pelo grande número de obras inacabadas por todo o país, além da situação crítica de áreas como saúde e segurança pública.

Como exemplo da carência de planejamento brasileira, José Medeiros citou a rodovia BR 163, que liga o Rio Grande do Sul ao Pará em mais de 3 mil quilômetros. Essa rodovia, disse o senador, atravessa o estado do Mato Grosso e ajuda no escoamento da produção agropecuária.

Medeiros reclamou, no entanto, que o BNDES estaria se negando a enviar R$ 3 bilhões para que o estado conclua as obras de restauração e duplicação da rodovia. Na sua opinião, isso é uma injustiça, visto que o Mato Grosso vem colaborando de maneira significativa para os bons resultados da balança comercial do país.

— Quem sustentou a balança comercial brasileira durante a crise foi o agronegócio. Não é possível que o estado seja tratado assim. Não queremos mais que os outros estados, queremos a nossa parte. É inaceitável — disse.

José Medeiros também anunciou que vai entrar no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado com representação contra os senadores do PT Gleisi Hoffmann (PR) e Lindbergh Farias (RJ) por recentes declarações sobre a condenação do ex-presidente Lula. De acordo com Medeiros, os petistas pregaram o desrespeito a decisões judiciais.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)