Convocado falta e CPI dos Maus-Tratos encerra trabalhos em 2017

Da Redação | 14/12/2017, 16h39 - ATUALIZADO EM 14/12/2017, 19h26

A Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga maus tratos contra crianças e adolescentes teve a última reunião do ano cancelada. Os senadores pretendiam ouvir nesta quinta-feira (14) o depoimento de Alexandre Christian Mathieu. Porém o convidado não compareceu à oitiva. O senador Magno Malta (PR-ES), presidente da comissão, explicou que a comissão vai pedir a condução coercitiva do depoente na volta dos trabalhos, em fevereiro de 2018.

- Foi convocado, confirmou que viria e não veio. Mas isso aqui é juízo. Isso aqui é justiça. Então no próximo ano ele virá coercitivamente - afirmou.

O convidado seria ouvido em uma reunião sigilosa, com a presença exclusiva de parlamentares e servidores destacados para acompanhar os trabalhos. O nome de Alexandre foi citado durante um dos depoimentos colhidos pela comissão no mês de novembro, quando foi acusado de ter envolvimento com maus tratos de crianças.

A CPI é composta por sete titulares e cinco suplentes e foi instalada em 9 de agosto para investigar irregularidades e crimes como abandono, trabalho infantil, maus-tratos físicos, psicológicos e intelectuais, negligência e abusos sexuais. Os trabalhos se encerrariam em 22 de dezembro, mas foram prorrogados e a CPI deve continuar funcionando ao longo do primeiro semestre de 2018.

Da Rádio Senado

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)