Eduardo Amorim lembra o Dia Nacional de Combate ao Câncer

Da Redação e Da Rádio Senado | 28/11/2017, 16h39

O senador Eduardo Amorim (PSDB-SE) lembrou que 27 de novembro é o Dia Nacional de Combate ao Câncer. A data, instituída em 1988, tem o objetivo de alertar a sociedade para a prevenção e tratamento da doença.

Amorim ressaltou a importância da data, lembrando que a ocorrência de carcinomas tem crescido em todo mundo. O senador apresentou estudos da Organização Mundial de Saúde para mostrar que em 2012 foram registrados 14 milhões de casos por ano. Esse número deve chegar a 22 milhões anuais nas próximas duas décadas. As mortes em todo mundo, no mesmo período, podem subir de 8,2 milhões para 13 milhões.

No Brasil, como informou o senador, dados do Instituto Nacional do Câncer estimam que no biênio 2016/2017 podem ser registrados cerca de 600 mil novos casos.

O senador Eduardo Amorim ressaltou que a prevenção – com o abandono de maus hábitos – e o diagnóstico precoce são essenciais na luta contra a doença.

- Em média, um terço das mortes por câncer estão relacionados aos conhecidos e muitas vezes ignorados fatores de risco, como, por exemplo, o fumo, o consumo de bebidas alcoólicas, sedentarismo e alimentação inadequada, gatilhos que podem ser evitados com mudanças simples no estilo de vida - afirmou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)