Servidores do Senado participam da Semana Universitária da UnB

Da Redação | 30/10/2017, 13h41

Servidores do Senado representaram a instituição na Semana Universitária (SemUni) da Universidade de Brasília (UnB) entre os dias 23 e 27 de outubro. Nesta edição, o tema foi “Ciência, Ousadia e Integração Social: Conhecimento, Democracia e Resistência”. Durante o evento, aconteceram palestras, cursos, oficinas, mesas-redondas, seminários e exposições. Todos foram gratuitos e abertos ao público.

Entre os servidores que compartilharam seus conhecimentos com a comunidade universitária, está Luiz Eduardo da Silva Tostes, da Secretaria de Tecnologia da Informação (Prodasen). Ele falou sobre o modelo de Gestão Sistêmica Consciente (GSC), em implantação no Senado. A ação, segundo o servidor, foi bem sucedida. Vários alunos e professores que compareceram às quatros palestras promovidas pelo Senado se declararam satisfeitos.

– O diretor do Instituto de Ciência Política da Universidade e a coordenadora de graduação do Instituto fizeram declarações entusiásticas ao final. Eles ficaram entusiasmados com o que a gente levou e, principalmente, com a nossa presença na universidade como técnicos servidores do Senado, que levaram experiências empíricas e práticas do Parlamento, coisa que eles não têm por lá - explicou.

Palestras

Durante a SemUni, outros servidores também participaram das discussões com o público. João Alberto Lima e Lauro César Araújo ministraram a palestra Legimática, Legística e Informação Legislativa e Jurídica, com o objetivo de mostrar como o computador pode ser mais eficiente do que uma simples máquina de edição de textos.

A consultora-geral de Orçamento, Ana Claudia Castro Borges, tratou do tema “O processo decisório em orçamento público: quem guarda, quem gasta, quem decide”.

Já a palestra “Abrindo o orçamento federal à pesquisa: sistema Siga Brasil Painéis, da servidora Rita de Cássia e do colega Orlando de Sá Cavalcante Neto, buscou estimular os professores e pesquisadores a utilizarem essas bases de dados para produção de conhecimento.

Parceria Senado e UnB

Para Tostes, existem possibilidades de desdobramentos importantes para esse projeto. O Senado vai continuar levando casos e experiências práticas para alunos, professores e pesquisadores da universidade, e essas mesmas pessoas poderão começar a realizar pesquisas e desenvolver projetos utilizando dados do Senado e ajudando no desenvolvimento de outras pesquisas.

– Poderão ajudar, por exemplo, o Prodasen, que está fazendo um trabalho importante de modelagem conceitual no processo legislativo e é muito interessante que tenhamos um olho externo, um olhar de pesquisadores interessados no resultado, avaliando essa modelagem no ponto de vista do método e do conceito - afirmou.

Para 2018, segundo ele, o projeto de ações continuará com novas disciplinas, com a participação na próxima edição da Semana Universitária e com a inauguração de um novo espaço chamado “Semana de Verão de Estudos Legislativos e Orçamentários”. Será uma parceria entre o Senado e a Universidade de Brasília com estudantes e representantes de outros parlamentos mundiais, que vão discutir, durante uma semana, assuntos sobre o Parlamento, políticas públicas e processos legislativos e orçamentários.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)