Comissão de mudanças climáticas discute produção de bioenergia e biocombustíveis

Da Redação | 27/10/2017, 09h23 - ATUALIZADO EM 31/10/2017, 17h52

As perspectivas de crescimento da produção brasileira de bioenergia e biocombustíveis serão debatidas em audiência pública da Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (CMMC) nesta terça-feira (31).

A bioenergia é aquela obtida a partir da biomassa, ou seja, de matérias-primas renováveis capazes de gerar energia. Já os combustíveis de origem biológica ou natural renovável, gerados a partir da biomassa, são chamados de biocombustíveis.

Segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o Brasil é o segundo maior produtor mundial de etanol, biocombustível produzido a partir da biomassa da cana-de-açúcar. Dados da ANP também indicam que cerca de 45% da energia e 18% dos combustíveis consumidos no Brasil já são renováveis. No resto do mundo, 86% da energia vêm de fontes energéticas não renováveis, como o petróleo e o carvão mineral.

Convidados

O pedido de realização do debate é do relator da comissão, deputado Sérgio Souza (PMDB-PR). Foram convidados para a audiência Eduardo Leão de Sousa, diretor executivo da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA); Daniel Furlan, gerente de Economia da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove); Juan Diego Ferrés, presidente da União Brasileira do Biodiesel e do Bioquerosene (Ubrabio); Rafael Gonzales, diretor do Centro Internacional de Energias Renováveis-Biogás (CIBiogás).

A audiência está marcada para às 14h30, na sala 7 da Ala Alexandre Costa, no Anexo 2 do Senado. Comentários ou perguntas podem ser enviados por meio do Portal e-Cidadania e da central de atendimento Alô Senado, pelo número 0800 612211.

COMO ACOMPANHAR E PARTICIPAR

Participe:
http://bit.ly/audienciainterativa
Portal e-Cidadania:
www.senado.gov.br/ecidadania
Alô Senado (0800-612211)

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
16h40 Empréstimos para Curitiba: Senado aprova autorização para contratação de operação de crédito externo, de 138 milhões de euros, entre Curitiba e a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), para o "Projeto Gestão de Risco Climático Bairro Novo do Caximba.
16h37 Empréstimos para Curitiba: Senado aprova autorização para operação de crédito externo, de US$ 106,7 milhões, entre Curitiba e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para o Projeto Aumento da Capacidade e Velocidade da Linha Direta Inter 2.
Ver todas ›