Jorge Viana comemora queda na taxa de desmatamento na Amazônia

Da Redação e Da Rádio Senado | 19/10/2017, 17h29 - ATUALIZADO EM 19/10/2017, 17h31

O senador Jorge Viana (PT-AC) comemorou a redução de 16% na taxa de desmatamento da Amazônia brasileira, a partir da avaliação da área da floresta, entre agosto de 2016 e julho de 2017.

Viana afirmou que, em 1994, foram desmatados 30 mil quilômetros quadrados e caiu para 6 mil quilômetros quadrados no último ano.

Para Jorge Viana, a notícia é boa, mas é preciso ficar atento às medidas do governo, uma vez que o corte no orçamento de instituições fiscalizadoras e de ações para preservação pode fazer com que a área desmatada volte a aumentar.

Um dos relatores do projeto que atualizou o Código Florestal, Viana acredita que a nova lei, em vigor há cinco anos, trouxe avanços ao setor ao estimular ações de recuperação de áreas degradadas e ao permitir a proprietários que tinham passivo ambiental em suas terras pudessem recompor a vegetação e, com isso, voltar à legalidade.

— O Brasil deve ter de 25 a 30 milhões de hectares de floresta recuperada, com a implementação do código florestal. Isso é uma conquista — destacou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)